Divulgação
Divulgação

Santos desiste de renovar contrato e atacante Neilton está liberado

Jogador de 20 anos não acerta salário com o clube e vai procurar outro time para atuar

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

24 de março de 2014 | 15h21

SÃO PAULO - O Santos cansou da postura de Neilton e está desistindo oficialmente do atacante. De acordo com Odílio Rodrigues, presidente santista em exercício, o jovem de 20 anos não aceitou as várias ofertas feitas pelo clube e agora está liberado para procurar outra casa.

"O Santos fez uma proposta final pelo Neilton, ele não aceitou, não vamos aumentar e sei lá para onde ele vai. Ele que encontre outro lugar para ser feliz", disparou Odílio, irritado com a postura do jovem de pressionar o clube a lhe dar um aumento fora dos padrões.

Cruzeiro e Corinthians apareceram como interessados pelo jogador, mas não admitem interferir na briga entre Neilton e o Santos e apenas observam a briga à distância. Com contrato apenas até maio, Neilton teria pedido R$ 150 mil para renovar. O Santos bateu o martelo e disse que não aumentaria um centavo aos R$ 30 mil mensais oferecidos, além de luvas de cerca de R$ 100 mil.

Ao bater o pé, o jovem deve ganhar o direito de escolher seu futuro. Mas os santistas estão fazendo de tudo para mostrar aos interessados que o garoto não está sendo "bem assessorado" e que pode ser "uma contratação complicada."

RENOVAÇÃO?

Odílio deixou aberta a possibilidade de ampliação do vínculo do veterano lateral-esquerdo Léo, que acaba no fim do Estadual. "Ele tem contrato ainda e tem de ser respeitado. É um jogador muito dedicado, está no CT treinando e queremos manter essa imagem do Léo, que sempre foi um profissional. Vamos ver o que o treinador espera dele, mas é possível que renove, sim."

A ampliação de um acordo de Léo viria também pelo fato de Emerson Palmieri adotar postura parecida com a de Neilton - com contrato no fim, também pede valorização fora dos atuais padrões do clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.