Divulgação
Divulgação

Santos desiste de Vargas, mas mantém interesse em Bruno Uvini

Zagueiro virou prioridade para substituir Edu Dracena, que sofreu grave lesão no joelho

Gonçalo Junior, O ESTADO DE S.PAULO

14 de janeiro de 2014 | 16h41

SÃO PAULO - O Santos desistiu do empréstimo do chileno Eduardo Vargas, mas continua negociando a contratação do zagueiro Bruno Uvini, também do Napoli, que viria apenas como complemento da negociação. O beque de 22 anos se tornou uma das prioridades da diretoria santista depois da contusão de Edu Dracena, que está com suspeita de uma grave lesão no joelho esquerdo, o mesmo que ele havia contundido em 2012 (rompimento o ligamento cruzador anterior do mesmo joelho. Dracena será submetido amanhã a uma artroscopia para avaliar o grau da contusão.

As condições do empréstimo do zagueiro são bem mais simples que as de Vargas. Ele chegaria por um ano, sem custos e, provavelmente, com o valor de compra fixado. Por outro lado, a irritação da diretoria com a maneira como os italianos conduziram as negociações por Vargas pode resultar em uma retaliação. Na última sexta-feira, por exemplo, os santistas aguardavam a minuta do contrato com o chileno para análise, mas os italianos nem responderam.

Promessa do São Paulo em 2010, Bruno foi campeão do Mundial Sub-20 em 2011 com a seleção brasileira. Em 2012, foi convocado para a seleção brasileira principal e conquistou a medalha de prata nas Olimpíadas de Londres ainda sob o comando de Mano Menezes. Na Itália, no entanto, não fez sucesso e acabou emprestado ao Tottenham, da Inglaterra, onde ficou pouco tempo. Depois de um período em Nápoles, Bruno foi emprestado ao Siena, também da Itália, mas não se destacou.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTEBOLCAMPEONATO PAULISTAUVINISANTOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.