Santos destaca garra e maturidade após vitória

Sem Paulo Henrique e Neymar, suspensos, time da Vila Belmiro sofreu para bater o Mirassol, por 2 a 1

AE, Agencia Estado

21 de fevereiro de 2010 | 21h06

Quem entrou em campo na vitória sobre o Mirassol neste domingo teve um motivo a mais para comemorar: os jogadores do Santos demonstraram garra e conseguiram provar que podem mostrar um bom futebol mesmo sem Paulo Henrique e Neymar, suspensos.

Veja também:

link Santos faz sua parte: ganha do Mirassol e mantém a ponta

lista PAULISTÃO - Leia mais sobre a competição

PAULISTÃO 2010 - lista Tabela | tabelaClassificação

"Não foi possível dar show, mas o time brigou e lutou pela vitória até o final. A gente conseguiu se manter na liderança e quem entrou foi bem", lembrou André. "Acostumei a jogar junto do Neymar e Paulo Henrique, mas quem está de fora também quer jogar."

Para o volante Roberto Brum, mais uma vez escalado como lateral-direito, a equipe provou com a vitória que está amadurecida. "O Santos foi um time de homens. Em algumas situações você não pode ser menino em campo. O elenco hoje (domingo) provou também que é feito de homens", avaliou.

A delegação treinará nesta segunda e terça-feira em Mirassol, quando viaja para Campo Grande e enfrenta o Naviraiense pela Copa do Brasil. "O cansaço vai existir, mas temos de superar. A equipe soube se defender, todo mundo se ajudou e o Santos ganhou de novo", ressaltou Wesley.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.