Santos deve ter Henao contra o Cruzeiro

O colombiano Henao só não será o goleiro do Santos, domingo, às 18h10, contra o Cruzeiro, no Mineirão, se for vetado pelos médicos. Mauro acabou sendo o sacrificado pela derrota de virada por 3 a 2 que o time sofreu diante do fraco Vasco da Gama, na Vila Belmiro, quarta-feira. Outra novidade será o retorno de Ávalos (cumpriu suspensão pela expulsão contra o São Paulo) no lugar de Altair. Depois do coletivo de hoje à tarde, o técnico Alexandre Gallo não quis confirmar a escalação da equipe, mas Diego, contratado por empréstimo do Internacional-RS, está ganhando a posição de Basílio. Na primeira parte do treino de hoje à tarde, Henao foi o goleiro titular, mas depois sofreu um pequeno entorse no tornozelo direito, quando chutava bola em gol, e passou a ser dúvida. "Se os médicos o liberarem, vai jogar", disse Gallo. A segunda opção do treinador para o gol é Saulo. Mauro viaja com a delegação amanhã cedo, mas só tem chance de ficar no banco, caso Henao seja reprovado pelos médicos. O principal assunto hoje à tarde, no CT Rei Pelé, foi contratações. A única confirmação de Gallo é que Denílson está muito perto de ser contratado. "Temos conversado e há grande possibilidade de acerto." O técnico também não desmentiu que Araújo (ex-Goiás e atualmente no Kamba Osaka, do Japão) e o lateral-esquerdo Kléber (ex-Corinthians, jogando na Suiça) também podem chegar nos próximos dias. Outro nome especulado é o do goleiro da Seleção Mexicana, Oswaldo Sanchez. "Continuo dizendo que todo bom jogador nos interessa e que vamos contratar qualidade", assegurou o técnico, que confirmou que o zagueiro Fábio Bilica e o centroavante Somália, que chegaram a ser anunciados como prováveis novos reforços, não serão mais contratados. É que a torcida protestou quanto à baixa qualidade técnica dos jogadores indicados por Gallo. Por enquanto, está confirmada apenas a contratação do meia-atacante Léo Lima, que começou no Madureira-RJ, foi para o Vasco da Gama-RJ, depois para o CSKA Sofia, da Bulgária, passou pelo Marítimo, de Portugal e, ultimamente, estava no Porto. Ricardinho, que tem passaporte comunitário e contrato com o Santos até o final do ano, negou que domingo seja o seu último jogo com a camisa do Santos e que em seguida se apresentaria ao Real Madrid. "No momento não há nada. Quanto ao futuro, não posso dizer nada." Fala-se também que Paulo César estaria retornando ao Paris Saint-Germain, da França, para ser negociado com o Bétis, da Espanha. Zé Elias e Fabinho, que continuam fora em razão de contusões, também estariam sendo cogitados por clubes da Espanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.