Santos dividirá prêmio da Recopa entre jogadores

Uma das recompensas dos titulares do Santos pela conquista da Recopa Sul-Americana, contra o Universidad de Chile, foi a liberação do treino desta quinta, no CT Rei Pelé. Outra boa notícia que os jogadores tiveram foi que o prêmio de US$ 300 mil (aproximadamente R$ 610 mil) que a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) pagou ao clube por ter sido o campeão e renda do jogo de quarta-feira no Pacaembu, deduzidas as despesas, serão rateados entre os inscritos na competição.

SANCHES FILHO, Agência Estado

27 de setembro de 2012 | 19h33

Como a premiação ao campeão da Recopa é baixa e as despesas com hospedagem e voo fretado para o jogo de Santiago foram altas, os jogadores nem chegaram discutir antecipadamente quanto cada um receberia com a conquista do segundo título da temporada. A decisão foi anunciada pelo gerente de futebol, Felipe Faro, após o jogo.

GANSO SEM MEDALHA - Depois de o gerente de futebol Felipe Faro ter afirmado que Ganso vai ficar sem a medalha de campeão da Recopa Sul-Americana por não ter participado do segundo jogo contra a Universidad de Chile, nesta quinta o vice-presidente Odílio Rodrigues Filho afirmou que a premiação do ex-meia santista nem chegou a ser cogitada no clube.

"A conquista foi muito recente e nem houve tempo para pensarmos a respeito disso. Sinceramente, eu não saberia responder se o número de medalhas foi o bastante para todo o elenco", desconversou o dirigente.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCRecopa Sul-Americana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.