Alex Silva/AE - 13/6/2012
Alex Silva/AE - 13/6/2012

Santos divulga nota oficial e critica postura do meia Ganso e do São Paulo

Clube avisa que quem quiser o jogador terá de pagar a multa e mandar o comprovante por fax

Sanches Filho,

24 de agosto de 2012 | 22h36

SANTOS - O Santos cansou de assistir a novela envolvendo a possível saída de Paulo Henrique Ganso antes do término de seu contrato, em fevereiro de 2015. Nesta sexta-feira à noite, o clube publicou uma nota oficial em seu site onde afirma que o jogador não está à venda e que aceitou receber a proposta do São Paulo apenas por cordialidade. Ganso também foi criticado pelas declarações que deu durante a semana elogiando o rival.

Mesmo sem apresentar a eficiência do primeiro semestre de 2010, com gols, assistências precisas e poder de liderança, Ganso continua sendo o segundo maior talento do time. A nota do clube, assinada pela presidência, indica que os direitos federativos do meia não estão à venda e que seu contrato prevê multas tanto para o mercado nacional e para o exterior.

O documento esclarece que o clube que desejar contar com o futebol de Ganso terá de “realizar o depósito relativo ao valor integral da multa na conta-corrente do Santos e enviar o documento por fax à presidência.”

Sobre a tentativa do São Paulo de contratar o jogador, o Santos afirma que não existe nenhuma negociação, que aceitou receber a proposta pelo atleta por “elegância”, e mesmo assim, os cartolas santistas consideraram o valor oferecido como “muito abaixo do aceitável.”

Críticas. Ganso não escapou de uma bela bronca, tanto da diretoria quanto da torcida. Na nota oficial, o clube lamentou as declarações do atleta de que “gostaria de vestir a camisa do São Paulo”, dadas na volta de Santiago após o empate do time com a Universidad de Chile, na quarta-feira, na primeira final da Recopa Sul-Americana.

A torcida também está na bronca com o craque, tanto é que marcou para o clássico deste sábado contra o Palmeiras manifestações exigindo do jogador “respeito à camisa do Santos.”

Veja a nota divulgada pelo Santos:

Sobre as últimas notícias envolvendo o atleta Paulo Henrique Ganso, o Santos FC vem a público esclarecer que:

1) Seus direitos federativos não estão à venda. O meia está sob contrato até fevereiro de 2015 e o documento prevê multas tanto para o exterior quanto para o Brasil. Times interessados devem realizar o depósito relativo ao valor integral da multa na conta corrente do Santos e enviar o comprovante por fax à Presidência;

2) Não existe negociação com o São Paulo FC. Pela elegância que rege o relacionamento entre os Clubes, o Santos concordou em receber uma proposta pelo atleta, cujo valor considerou muito abaixo do aceitável. Mas após as últimas notícias publicadas em diversos veículos, o Santos afirma que não ouvirá mais propostas. Reafirmamos: o rompimento do contrato só se viabilizará diante do pagamento integral da multa;

3) Em nome de sua torcida apaixonada, o Santos FC também lamenta as declarações do atleta de que ‘gostaria de vestir a camisa do São Paulo’.

Desta forma, o Santos FC encerra qualquer manifestação sobre este assunto até que se finde o contrato do atleta Paulo Henrique Ganso – fevereiro de 2015 – ou até que se deposite o valor integral da multa contratual. 

Temos convicção de que o jogador continuará cumprindo o seu contrato com o talento e o profissionalismo que sempre demonstrou.

A Presidência

Santos Futebol Clube

Tudo o que sabemos sobre:
futebolsantos fcgansobrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.