Santos e América-MEX empatam: 1 a 1

Terminou empatado por 1 a 1 o jogo-treino entre o Santos e o América do México, realizado nesta sexta-feira à tarde na Vila Belmiro. O treinamento serviu como teste para os dois técnicos. Alfio Basile colocou em campo seu time para sentir como jogam os brasileiros, já pensando na partida contra o São Caetano, pela semifinal da Libertadores da América, enquanto Leão aproveitou para observar melhor o desempenho de seu elenco. O zagueiro André Luís marcou aos 45 minutos do primeiro tempo, cobrando uma falta, e Serrato empatou no início do segundo tempo. Como estava combinado, todos os jogadores foram trocados durante o treino. Leão gostou do time, principalmente no primeiro tempo, em que escalou aquela que é a equipe titular. "Os jogadores demonstraram que estão com vontade de acertar e foram bem." Mas ele não se ilude. "Se fosse um jogo para valer, teria que acelerar mais um pouco, chegar mais e não poderia dar essa molezinha, não." Entende que o jogo-treino foi mais proveitoso para o América. "Foi bom principalmente para o adversário, que sentiu a pressão de um time brasileiro." Para o São Caetano, Leão mandou um recado. "O América não será só isso que vimos aqui", disse ele, explicando que o treinador mexicano "fez 50% de um time e 50% de outro, mas as duas equipes que treinaram em tempos diferentes jogam juntas." O técnico santista destacou a atuação do brasileiro Veiga, ex-Atlético Paranaense e que joga há dois anos no México. "Tudo passa pelo meio-campo, que é brasileiro, e o América possui jogadores como Zamorano; tanto que o Hernandez é reserva." Veiga também gostou do treino. Ele não conhece o São Caetano, mas sabe que é um time de qualidade "e há quatro anos vem demonstrando isso".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.