Santos e Botafogo empatam no Rio

Botafogo e Santos empataram por 2 a 2, na noite desta quarta-feira à noite, no Maracanã, na primeira partida entre ambos pelas semifinais do Torneio Rio-São Paulo. Os dois times voltam a jogar quarta-feira, na Vila Belmiro, e um novo empate levará a decisão para os pênaltis. O vencedor do confronto fará a final com São Paulo ou Fluminense, que decidirão a outra vaga na quarta-feira, no Maracanã.Os gols da partida foram marcados por Donizete, Dodô (de pênalti), Rodrigão e Taílson. Os botafoguenses reclamaram da arbitragem do paulista Cléber Abade. Aos 16 minutos do segundo tempo, quando o Santos vencia por 2 a 1, Donizete foi empurrado por Claudiomiro na grande área. Abade não marcou pênalti e mostrou cartão amarelo para Donizete. Abade, porém, anulou corretamente um gol de Rodrigo aos 47 minutos do segundo tempo, após Taílson tocar a mão na bola.Os jogadores botafoguenses não recebiam salários há quatro meses. Metade da dívida foi quitada hoje e outros 25% deverão ser pagos amanhã, o que animou o time.O primeiro gol saiu a três minutos de jogo. Num contra-ataque rápido pela direita, o meia Souza cruzou, rasteiro, para Daniel. O zagueiro Pereira cortou, mas a bola sobrou para Donizete na pequena área. Livre de marcação, ele tocou no canto direito de Fábio Costa. Donizete comemorou imitando uma pantera. "Não esperávamos sofrer um gol logo de cara", lamentou Dodô, no intervalo de jogo.Com vantagem no placar, o Botafogo passou a jogar em contra-ataques. Numa cobrança de falta, aos 30 minutos, Rodrigo chutou uma bola no travessão. Daniel, aos 42 minutos, obrigou Fábio Costa a fazer uma grande defesa. Mas o Santos teve mais a bola nos pés durante o primeiro tempo e criou oportunidades com André Luiz, Dodô (duas vezes) e Rodrigão. O goleiro Wagner, com duas grandes defesas, foi um dos destaques do Botafogo na primeira metade do jogo.O Santos conseguiu o empate aos 2 minutos do segundo tempo, num pênalti cobrado por Dodô. A falta foi cometida por Augusto, que, marcando Claudiomiro na grande área, numa cobrança de falta, puxou o jogador do Santos pelo pescoço. O gol obrigou o Botafogo a ir ao ataque, dando espaço para que os santistas pudessem trocar passes rápidos, de primeira. Aos 9 minutos, o Santos viraria o placar com um gol de Rodrigão, na pequena área, aproveitando cruzamento da direita, de Robert.Em desvantagem no placar, Sebastião Lazaroni trocou Souza pelo centroavante Taílson, o lateral Augusto por Leandro Eugênio e Daniel por Marcelinho Paulista. Geninho mudou o ataque, substituindo Dodô por Caíco e Rodrigão por Deivid. O Botafogo, nervoso, estava em situação difícil na partida quando Taílson aproveitou a indecisão dos zagueiros Claudiomiro e Pereira e empatou o jogo, aos 36 minutos. Onze minutos depois, Rodrigo teria um gol anulado por Cléber Abade, após falta de Taílson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.