Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos

Santos e Corinthians se encaram com metas distintas no Brasileirão

Equipe de Cuca tem o objetivo de se aproximar da zona da Libertadores; Time de Jair Ventura pensa apenas na Copa do Brasil e escala reservas

João Prata, O Estado de S.Paulo

13 Outubro 2018 | 05h00

Santos e Corinthians entram em campo neste sábado, às 19h, no Pacaembu, com pretensões bem diferentes no Campeonato Brasileiro. O time do técnico Cuca tem a competição como único foco, vem embalado por duas vitórias seguidas e sonha com a Libertadores – está a seis pontos do G-6. Do outro lado, Jair Ventura está com as atenções voltadas para a Copa do Brasil. Por isso, mandará a campo os reservas, que terão a dura missão de afastar a equipe da zona do rebaixamento – cinco pontos separam o time da degola.

Pende ainda para o Santos o fato de contar com torcida única a seu favor. Para o Corinthians, a natural falta de ritmo de atletas que não vêm atuando e ainda um jejum de vitórias fora de casa na competição por pontos corridos podem ser complicadores. O último triunfo como visitante foi em 29 de julho, na goleada sobre o Vasco por 4 a 1, em Brasília, pela 16.ª rodada do Brasileirão.

De lá para cá foram seis partidas na casa do rival, com dois empates e quatro derrotas – dois gols marcados e seis sofridos. Desde que Jair Ventura assumiu a equipe, no dia 6 de setembro, o Corinthians perdeu fora de casa para o Palmeiras por 1 a 0 e empatou sem gols com o América-MG. 

Dos considerados titulares, Douglas, Léo Santos e Mateus Vital vão jogar hoje. O volante está descansado, pois cumpriu suspensão contra o Cruzeiro. Já o zagueiro e o meia serão mantidos para o time não perder tanto a estrutura. Até Cássio ficará fora. Walter assume a posição. 

A principal surpresa de Jair Ventura para encarar o Santos é a presença de Pedro Henrique como lateral-direito. O zagueiro já treinou algumas vezes na posição, mas não chegou a atuar em partidas oficiais.

Sheik, uma das novidades da equipe, dá de ombros para a possibilidade de o Corinthians se aproximar da zona de rebaixamento em caso de um resultado negativo. “O incômodo é por conta da grandeza do clube, o Corinthians tem uma história tão linda que é inaceitável estar na condição de hoje, mas a gente está confiante que nada de pior possa acontecer”, afirmou.

O Santos ocupa o sétimo lugar, a seis pontos de distância do Atlético-MG, o sexto colocado e último integrante do grupo que vai ao torneio continental em 2019. O técnico Cuca não contará com o volante Alisson, suspenso. Renato e Yuri disputam a posição. Em compensação, o atacante Derlis González foi liberado pela seleção paraguaia e substituirá Rodrygo. 

Cuca não se ilude com o fato de o rival poupar jogadores. “O Corinthians está focado na Copa do Brasil, mas o pessoal que entra vai querer mostrar que pode ser titular. Esse tipo de jogo se torna mais difícil para nós”, avisou o santista.

A partida também marcará o reencontro de Jair Ventura com seu ex-clube. Ele deixou o Santos depois de não conseguir dar padrão à equipe e saiu debaixo de muitas críticas. Foi demitido em julho e deixou o Santos na zona de rebaixamento

FICHA TÉCNICA:

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Dodô; Yuri, Carlos Sánchez e Diego Pituca; Derlis González, Gabriel e Bruno Henrique. Técnico: Cuca

CORINTHIANS - Walter; Pedro Henrique, Léo Santos, Marllon e Carlos Augusto; Douglas, Araos, Pedrinho, Mateus Vital e Sheik; Jonathas. Técnico: Jair Ventura.

ÁRBITRO - Pericles Bassols Cortez (PE)

HORÁRIO - 19h

LOCAL - Pacaembu, em São Paulo

TV - Pay-Per-View.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.