Santos é derrotado em Ribeirão Preto

O Santos perdeu hoje para o Botafogo por 2 a 1, de virada, em Ribeirão Preto, e caiu para quinto lugar na tabela do Campeonato Paulista, com 14 pontos. A equipe santista investiu numa fomação ofensiva desde o início, com Caio, Deivid e Dodô partindo para o ataque, mas, mesmo assim, acabou cedendo os três pontos ao time de Ribeirão Preto.O técnico Geninho deixou o campo reclamando muito da arbitragem que teria deixado de marcar um pênalti em favor do Santos e encerrado a partida antes dos quatro minutos de acréscimo previstos. Reconheceu, por outro lado, os erros de sua equipe. "O Santos não fez uma boa partida, foi mais coração, no final mas fez jogadas típicas de quem está nervoso em campo". Por isso, vai trabalhar esta semana para que os jogadores tenham mais tranqüilidade dentro de campo. "Fazendo as coisas de maneira racional já é difícil, imagine se faz com a emoção".O goleiro Fábio Costa concordou com Geninho em relação à arbitragem e não escondeu a revolta: "a gente faz um trabalho sério durante toda a semana e vem um desonesto roubar a gente no jogo". O lateral Léo, que retornou ao time depois de ficar afastado por contusão, preferiu ver os erros do time. "A gente tem que trabalhar muito, porque se for para deixar para correr na final com na João Havelange, vai ficar difícil".Ele acha que "é preciso honrar mais a camisa" e que "como todos os jogos serão no interior, não adianta ficar reclamando de arbitragem; é preciso trabalhar mais porque não vai ter jogo fácil". Os jogadores reclamaram também das expulsão de Caíco, que chutou a bola contra a cabeça do gandula, no segundo tempo.Ainda aos nove minutos do primeiro tempo, o goleiro Fabio Costa fez pênalti em Robert, do Botafogo. O próprio Robert cobrou, mas o goleiro santista escolheu o canto certo e fez bela defesa, chutando, na sequência, para a lateral e afastando o perigo. O primeiro gol da equipe santista saiu aos 15 minutos do primeiro tempo, depois que o goleiro Maurício espalmou o chute rasteiro de Dodô, de fora da área. Deivid, bem colocado, entrou com velocidade e aproveitou o rebote concluindo no canto esquerdo, entre o goleiro caido e a trave do Botafogo A reação da equipe de Ribeirão Preto veio aos 28 minutos, com o gol de Leandro. O jogador acertou um belo chute da entrada da área, no ângulo direito do goleiro Fábio Costa, sem chances de defesa.Apesar do jogo recomeçar mais movimentado no segundo tempo, o gol acabou saindo de bola parada. Logo aos seis minutos, a equipe de Ribeirão Preto passou à frente no marcador com mais um gol de Leandro, de pênalti. Quando entrava na área, com a bola dominada, o jogador Luciano Ratinho foi barrado com o braço pelo zagueiro Rodrigo Costa. Desta vez, Leandro cobrou e não perdeu.O Santos acabou perdendo ainda um pênalti, sofrido pelo jogador Deivid. Dodô cobrou mal, chutando fraco e facilitando a defesa do goleiro Maurício. Esta foi a última participação de Dodô na partida, que foi substituido em seguida, com a entrada de Rodrigão. Com cartão amarelo, o goleiro Fábio Costa desfalca o Santos na partida do próximo domingo, contra o Corinthians.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.