Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Santos e Grêmio decepcionam e ficam no 0 a 0 no Pacaembu pelo Brasileirão

As equipes não confirmaram em campo a expectativa de um grande duelo

Gabriel Melloni, Estadão Conteúdo

06 Setembro 2018 | 20h58

Santos e Grêmio entraram em campo embalados nesta quinta-feira, no Pacaembu, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas o que se viu foi um duelo de baixíssimo nível técnico. As duas equipes decepcionaram e não passaram de um insosso empate sem gols que não favoreceu nenhum dos dois na luta por melhores colocações na tabela.

A partida escancarou mais uma vez a falta que o Santos sente de um nome criador para seu meio de campo. Ao longo da partida, Jean Mota, Victor Ferraz, Derlis González e Bryan Ruiz tentaram exercer a função, sem sucesso. Já o Grêmio mostrou que, apesar dos bons resultados obtidos, seu time reserva - reforçado de Marcelo Grohe, Pedro Geromel e Ramiro - tem limitações técnicas.

O time gaúcho poderia chegar até à terceira colocação em caso de vitória, mas fecha a rodada em quinto, com 41 pontos. No domingo, enfrenta o líder Internacional em clássico que será realizado no Beira-Rio. Já o Santos sonhava com a aproximação da zona de classificação para a Libertadores, mas parou nos 28 pontos, a 10 do Atlético-MG, que fecha o G6. Também no domingo, visita o Paraná em Curitiba.

A baixa qualidade do confronto surpreendeu porque as duas equipes atravessavam bons momentos. O Santos havia estabelecido uma sequência de três vitórias no Brasileirão, nas quais sequer foi vazado, enquanto o Grêmio vinha de uma emocionante classificação às quartas de final da Libertadores, contra o Estudiantes, e de uma goleada por 4 a 0 sobre o Botafogo, pelo Brasileirão.

Os primeiros minutos até deram esperança ao torcedor de que a expectativa para o duelo seria cumprida. Com muita movimentação de ambos os lados, as equipes tentaram no início, mas o que se viu foi uma correria desorganizada e muito perde e ganha no meio de campo.

Aos poucos, o Santos tomou conta da posse de bola e encurralou o Grêmio, que, por sua vez, parecia confortável nesta condição, esperando um contra-ataque. A primeira chegada dos donos da casa aconteceu aos 15 minutos, em chute de longe de Rodrygo para fora.

Oito minutos depois, o time alvinegro criou seu melhor momento em toda a partida e exigiu trabalho de Marcelo Grohe pela primeira vez. Em ótima jogada pela direita, Alison recebeu de Jean Mota na linha de fundo e tocou de calcanhar para Gabriel, que chegou batendo. O goleiro gremista caiu para espalmar.

O Grêmio só conseguiu levar perigo aos 45 minutos, e quase foi fatal. Após escanteio para a área, Marcelo Oliveira, impedido, ficou com a sobra e tocou para o meio da área. Bressan finalizou e Vanderlei voou para fazer grande defesa.

Diante da falta de qualidade no meio de campo santista, Cuca tentou deslocar Victor Ferraz para o setor, no intervalo, e colocou Daniel Guedes na lateral direita. Ao longo do segundo tempo, Derlis González e Bryan Ruiz também foram acionados. Mas a equipe novamente sofreu com a falta de criação.

Para piorar, o Grêmio equilibrou a posse no segundo tempo e teve bom momento aos 10 minutos. Única fonte de criatividade de ambos os lados, Alisson fez grande jogada pela esquerda e encontrou André, que bateu fraco em cima de Vanderlei. O que se viu daí para frente foi um Santos abusando dos cruzamentos para a área, no desespero, facilitando a vida da zaga gremista. Em cobrança rápida de falta, Derlis González ainda teve uma última tentativa nos acréscimos, mas parou em Grohe.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 0 X 0 GRÊMIO

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Bryan Ruiz), Diego Pituca e Jean Mota (Daniel Guedes); Rodrygo, Gabriel e Eduardo Sasha (Derlis González). Técnico: Cuca.

GRÊMIO - Marcelo Grohe; Leonardo, Pedro Geromel, Bressan e Marcelo Oliveira; Matheus Henrique, Cícero, Thaciano, Ramiro e Alisson; André (Pepê). Técnico: Renato Gaúcho.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (Fifa/GO).

CARTÕES AMARELOS - Alison, Daniel Guedes (Santos); Marcelo Grohe (Grêmio).

RENDA - R$ 335.134,00.

PÚBLICO - 13.238 pagantes (16.083 torcedores).

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.