Santos é mais uma equipe a fechar com a Globo e mais do que dobra' verba

Nesta quarta-feira, o Vasco da Gama e o Sport Recife também assinaram com a emissora carioca

AE, Agência Estado

23 de março de 2011 | 23h02

SANTOS - O Santos é o nono clube a oficializar acordo com a Rede Globo para a transmissão de seus jogos no Campeonato Brasileiro no quadriênio entre 2012 e 2015. Mantendo o padrão das demais equipes, o anúncio foi feito por meio de nota no site oficial santista.

De acordo com o Santos, o acordo "mais do que dobra" os valores que a equipe recebia até esta temporada. "Esse é um momento histórico para o Santos, posto que, finalmente, com base em pesquisa nacional, o clube foi enquadrado no grupo um das seis maiores agremiações do futebol brasileiro", ressaltou o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro. "O contrato traz um incremento de mais de 100% sobre os números até então vigentes", relatou.

Ao entrar para o grupo dos seis que mais recebem verba, o Santos indica que Palmeiras, Vasco e São Paulo - se este também vier a fechar com a Globo -, passam a figurar no segundo escalão de cotas, atrás de Corinthians e Flamengo, que seguem recebendo o máximo.

"A Rede Globo e a Globosat se sentem muito honradas pela oportunidade de continuar desenvolvendo essa parceria com o Santos, que é certamente uma das maiores marcas do futebol de brasileiro de todos os tempos", disse o diretor executivo da Globo Esporte, Marcelo de Campos Pinto.

Ao indicar a Globosat, o dirigente da Globo sugere que o Santos fechou acordo não apenas para a transmissão em TV aberta, mas também em rede fechada, como tem sido a tendência dos acertos anunciados até aqui. Sem ter adiantado cotas de televisão a partir de 2012 junto ao Clube dos 13, o Santos não era signatário do acordo assinado mais cedo entre a entidade e a RedeTV!.

 

Veja também:

link  Clube dos 13 formaliza contrato com a RedeTV!

linkVasco da Gama e Sport também anunciam acordo com a Rede Globo

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantosRede GloboClube dos 13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.