Santos é o próximo alvo da CPI

Na próxima terça-feira, a CPI do Futebol vai ouvir os depoimentos de dirigentes do Santos Futebol Clube. O primeiro será Mário Melo Soares, que presidiu a Comissão de Estatutos do clube. Em seguida, será a vez de Leão Vidal Sion, que presidiu a Comissão de Sindicância. Na quarta-feira da semana que vem, o Vasco da Gama volta a ser o centro das atenções na comissão do Senado. O vice-presidente Antonio Gomes de Sá e o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Amadeu Pinto da Rocha, estão convocados. Depois, no dia 5, quinta-feira, é a vez do Flamengo: Murilo Ramos Filho, vice-presidente de Finanças, e a contadora Maria Ângela Alves Luz irão depor.Hoje, o alvo foi o Fluminense. O ex-presidente do Conselho Deliberativo do Flu, José Pereira Antelo, contestou as informações da CPI de que o clube tem uma dívida com Alcides Pereira Antunes no valor de R$ 2 milhões. A dívida teria sido firmada pelo ex-presidente Arnaldo Santiago, em dezembro de 1995, e correspondia, na época, à R$ 314 mil e deveria ser corrigida mensalmente. "O valor reclamado não reflete a verdade e acho que uma parte da dívida já foi paga", comentou Antelo, ao final do seu depoimento da comissão da Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.