Santos e Palmeiras disputam Giovanni

Quando Giovanni deixou a Vila Belmiro para jogar pelo Barcelona, em 1996, tinha realizado um sonho e anunciou outro: o de encerrar a carreira no Santos, time que o projetou. Passados nove anos, o atacante está prestes a realizar o segundo desejo e já acertou verbalmente contrato com os santistas. Só que o Palmeiras entrou no circuito, está assediando o jogador e, com isso, provocou irritação na Baixada.O técnico Gallo confirmou na sexta-feira que as negociações com Giovanni estavam bem avançadas, embora ainda não haviam sido concluídas. No fim de semana, surgiu a notícia de que o Palmeiras - que contratou recentemente o ex-gerente de futebol santista Ilton José da Costa - estava atravessando a transação. "Está tudo certo com o Giovanni, o contrato apalavrado, mas agora temos esse problema", disse um dirigente do Santos, inconformado com a possibilidade de perder o jogador.O presidente Marcelo Teixeira, que fazia restrições ao retorno de Giovanni, por conta da idade do jogador, voltou atrás. Ele foi convencido das boas condições físicas e técnicas do antigo ídolo da torcida, que deixou a meia para ser atacante.As negociações foram iniciadas no começo do ano, mas o contrato de Giovanni com o Olympiakos vai até o fim de junho, com possibilidade de liberação já neste mês, quando termina o Campeonato Grego.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.