Santos e São Paulo perdem mando de campo por briga

Santos e São Paulo foram punidos na tarde desta segunda-feira pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) com a perda de um mando de jogo, cada um, devido aos incidentes protagonizados pelas torcidas dos dois times no clássico do último dia 11, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Ambas as equipes vão recorrer das decisão.Além disso, o Santos foi multado em R$ 200 mil por ter sido o mandante do jogo, e o São Paulo em R$ 20 mil por não ter coibido a violência de sua torcida, e mais R$ 2 mil por ter entrado em campo dois minutos após o horário marcado para a partida. Apesar da punição, os dois times poderão atuar em casa nos seus jogos deste meio de semana, contra Corinthians e Rio Branco, respectivamente, por já terem começado a venda de ingressos para os mesmos. O São Paulo, inclusive, também está comercializando as entradas para o clássico com o Palmeiras, no próximo domingo.Assim, o São Paulo deve perder o mando de campo diante do Marília, no dia 11 de abril, na última rodada do Paulista. O Santos deve cumprir a pena também nesse dia, contra o Juventus. Essas partidas terão de ser disputadas a 80 quilômetros de distância da sede oficial dos clubes, com público, mas sem a presença de torcidas organizadas.No jogo da Vila Belmiro, santistas e são-paulinos entraram em confronto no segundo tempo, no momento em que a organizada Tricolor Independente entrou no estádio. Torcedores do time da casa que estavam logo acima do local provocaram os visitantes, que reagiram atirando objetos, inclusive um vaso sanitário.Atualizado às 21h13

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.