Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Santos e Vasco empatam em jogo atrasado da 3ª rodada do Brasileirão

Pituca abre o placar no primeiro tempo, mas Andrés Ríos deixa tudo igual na etapa final

Wilson Baldini Jr., Estadao Conteudo

27 de setembro de 2018 | 22h14

Santos e Vasco fizeram um jogo bastante disputado e sem muita qualidade técnica, nesta quinta-feira à noite, no Pacaembu. O empate, por 1 a 1, foi justo, mas ruim para as duas equipes na classificação do Campeonato Brasileiro. Os paulistas chegam aos 33 pontos, na 11ª colocação, enquanto os cariocas em 16º, têm 29 pontos. O jogo era atrasado da terceira rodada.

O jogo começou em alta velocidade. Gabriel, que foi homenageado antes da partida pelos 200 jogos pelo Santos, recebeu cartão amarelo aos 55 segundos após desentendimento com Leandro Castán. Cada jogada foi disputada com grande intensidade, muita correria e disposição, mas, ao mesmo tempo, as equipes acumulavam erros no passes e pecavam na qualidade técnica. As melhores chances saíam em bolas paradas.

O grandalhão Gustavo Henrique acertou uma bela cabeçada na trave direita de Martín Silva, após cobrança de escanteio. Rafael Galhardo assustou Vanderlei em cobrança de falta, assim como Carlos Sánchez fez com Martín Silva. O apagado Bruno Henrique quase abriu o placar, ao desviar de cabeça uma cobrança de falta.

O único lance de habilidade veio aos 42 minutos e foi do Vasco. Andrés Ríos emendou de esquerda lançamento de Yago Pikachu, mas errou o alvo. Mas, quando parecia que os primeiros 45 minutos iriam passar em branco, surgiu o gol santista.

Rodrygo cruzou pela direita, Carlos Sánchez desviou na ponta esquerda e Diego Pituca empurrou de barriga para o gol. Detalhe: a zaga do Vasco conseguiu falhar três vezes no mesmo lance.

O segundo começou como o primeiro. Os dois times se revezavam no ataque. Em menos de dois minutos, cada equipe já havia tido um bom momento. O Vasco com Andrey e o Santos com Bruno Henrique.

Próximos da zona do rebaixamento, os cariocas forçaram mais o jogo, principalmente pelo lado esquerdo com o apoio do lateral Henrique. Andrés Ríos teve três bons momentos.

O Santos vivia dos poucos momentos lúcidos de Gabriel. Em um lance individual e em uma assistência para Bruno Henrique, o atacante levou perigo a Martín Silva. Mas foi o Vasco que quase empatou, após passe de Giovanni Augusto para Pikachu. Robson Bambu salvou em cima da linha, aos 23 minutos.

Oito minutos depois foi a vez do próprio Giovanni Augusto. Ele surgiu diante de Vanderley, mas errou a cabeçada. E, de tanto tentar, Andrés Ríos empatou o jogo, após cruzamento preciso de Pikachu, aos 33 minutos.

Depois de levar o gol o Santos saiu mais para o ataque, mas sem força e desordenadamente. O Vasco ficou mais em seu campo, parecia satisfeito com o ponto ganho. Mas Andrey foi expulso, aos 41, e o time carioca sofreu uma pequena pressão, mas resistiu.

O Santos volta a jogar domingo, às 16 horas, na Vila Belmiro, contra o Atlético-PR, pela 27ª rodada do Brasileirão. O Vasco vai até Curitiba na segunda-feira para encarar o lanterna Paraná.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 1 x 1 VASCO

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Robson Bambu, Gustavo Henrique e Dodô; Alison (Daniel Guedes), Carlos Sánchez (Bryan Ruiz) e Diego Pituca; Rodrygo, Gabriel e Bruno Henrique (Derlis González). Técnico: Cuca.

VASCO - Martín Silva; Rafael Gallardo (Marrony), Luiz Gustavo, Leandro Castán e Henrique; Willian Maranhão, Andrey, Bruno Cosendey (Giovanni Augusto), Yago Pikachu (Oswaldo Henríquez) e Fabrício; Andrés Rios. Técnico: Alberto Valentim.

GOLS - Diego Pituca, aos 43 minutos do primeiro tempo. Andrés Ríos, aos 33 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Gabriel, Fabrício, Bruno Cosendey.

CARTÃO VERMELHO - Andrey.

ÁRBITRO - Wagner Reway (MT).

RENDA - R$ 318.336,50.

PÚBLICO - 11.190 pagantes (12.985 no total).

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.