Gustavo Ortiz/ AFP
Gustavo Ortiz/ AFP

Santos empata com Independiente e garante vaga nas quartas da Sul-Americana

Time brasileiro conta com grande atuação do goleiro João Paulo para segurar o 1 a 1 em Buenos Aires e seguir adiante no torneio; adversário da próxima fase é o Libertad

João Prata, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2021 | 21h17

O Santos empatou com o Independiente por 1 a 1 nesta quinta-feira, em Buenos Aires, e garantiu vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana. O time brasileiro contou com excelente atuação do goleiro João Paulo e chegou a ficar na frente do placar com gol de Kaio Jorge. Levou o empate logo depois de ter ficado com um jogador a mais - Insarrualde foi expulso. Como venceu o jogo de ida por 1 a 0, a igualdade foi suficiente para a classificação. Na próxima fase, a equipe do técnico Fernando Diniz enfrentará o Libertad, do Paraguai.

O Santos começou a partida recuado. O Independiente marcava sob pressão e aproveitou erros na saída de bola do time brasileiro para criar as principais chances de gol no primeiro tempo. Velasco bateu forte quase da marca do pênalti e obrigou João Paulo fazer a primeira grande defesa do jogo.

Na sequência, o time argentino roubou bola no lado direito. Romero tentou cruzar, a bola desviou em Kaiky e acertou a trave. João Paulo não deixou a bola ir para o meio da área.

O técnico Fernando Diniz estava indignado na beira do campo. Ele cobrava os jogadores de meio-campo para sair com mais rapidez. “Marinho, como é que é?”, gritou o treinador.

A bronca parece que surtiu efeito. Aos 37, Marinho roubou bola na intermediária e tocou para Carlos Sánchez. O uruguaio lançou para Kaio Jorge. Insaurralde tentou cortar, mas furou. A bola sobrou nos pés do centroavante, que errou o domínio, mas desviou do goleiro e acabou mandando para as redes: 1 a 0 para tranquilidade dos torcedores santistas.

No segundo tempo, João Paulo seguiu salvando o Santos. Já nos primeiros minutos, espalmou um chute de fora da área de Lucas Romero. Silvio Romero aproveitou o rebote, mas o titular da meta santista fez outra grande defesa.

A equipe brasileira seguia fechada e sofrendo. As coisas ficaram mais tranquila depois de mais um contra-ataque. Marinho arrancou em direção ao gol e foi puxado por Insaurralde próximo da área. Após consulta do VAR, o árbitro decidiu dar o cartão vermelho para o zagueiro. O Santos não aproveitou a vantagem numérica e levou o gol de empate minutos mais tarde. Lucas González aproveitou a sobra após bate-rebate na área e marcou. Os argentinos seguiram pressionando, mas os brasileiros seguraram o resultado. Nos acréscimos, o Independiente ainda teve Barreto expulso.

FICHA TÉCNICA:

Gols: Kaio Jorge, aos 37 do 1º tempo; e Lucas González, aos 22 do 2º tempo. 

Independiente: Sebastian Rosa; Bustos, Barreto, Insaurralde e Lucas Rodriguez (Soñora); Blanco (Herrera), Lucas Romero, Palacios (Rodrigo Márquez), Velasco (Braian Martínez) e Roa (Lucas González); Silvio Romero. Técnico: Julio Falcioni.

Santos: João Paulo; Madson, Luiz Felipe, Kayky e Felipe Jonathan; Camacho (Alison), Jean Mota e Carlos Sánchez (Pirani); Marinho (Lucas Braga), Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Marcos Guilherme. Técnico: Fernando Diniz.

Árbitro: Diego Haro (PER).

Cartões amarelos: Blanco, Lucas Romero e Barreto; Jean Mota.

Cartão vermelho: Insaurralde e Barreto.

Local: Avellaneda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.