(Twitter/Santos)
(Twitter/Santos)

Santos empata com Novorizontino na Vila e chega a 3 jogos sem vencer no Paulistão

Equipe deixou a Vila Belmiro sob vaias e gritos de "time sem vergonha"

Redação, Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2022 | 20h44

O Santos tropeçou com o Novorizontino em plena Vila Belmiro na noite deste domingo, com um empate por 2 a 2. O time santista chega a três jogos consecutivos sem vencer no Campeonato Paulista e se mantém fora da zona de classificação para as quartas de final. O Novorizontino, lanterna da competição, havia marcado apenas um gol em oito partidas até este jogo, no qual foi às redes em duas oportunidades. O jogo foi válido pela nona rodada.

Apesar de ter vencido pela Copa do Brasil no meio da última semana, o empate aumenta a pressão sobre o time da Vila Belmiro, que chega a duas derrotas e um empate nos últimos três jogos do Paulista. Com 10 pontos, o Santos fica empatado com o Santo André, mas perde nos critérios de desempate e está zona da zona de classificação da chave, em terceiro. O Novorizontino chega a três pontos, ainda sem vencer, na lanterna do Grupo B. O time do interior paulista está a cinco pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Fabián Bustos, novo treinador do Santos não chegou a tempo de acompanhar o jogo deste domingo de perto, mas é esperado na Vila Belmiro já neste domingo e deve iniciar a sua preparação do time com treino já na segunda-feira de carnaval.

O jogo começou com chances lá e cá e não demorou muito para o primeiro gol sair, marcado pelo camisa 10 do Santos, Ricardo Goulart. Em descida rápida com grande jogada de Ângelo, Vinícius Balieiro recebeu no lado direito e cruzou para a área, onde o camisa 10 santista chegou para cabecear e fazer o primeiro gol do jogo, aos 11 minutos. Diante da má fase vivida pelo Santos, o gol foi muito celebrado pelos jogadores e pela torcida na Vila Belmiro.

Ofensivo, o Novorizontino levou perigo em um chute de Bruno Silva, que dominou e bateu girando na marca do pênalti. A bola subiu muito e foi para fora. O ritmo do jogo continuou o mesmo, com os dois times criando jogadas de ataque. Já por volta dos 30 minutos, o Santos teve grande chance de empatar, após um cruzamento rasteiro para Goulart, que chegou um pouco atrasado na jogada.

Na última oportunidade do primeiro tempo, Chrigor, que havia acabado de entrar no lugar do atacante Bruno Silva, teve uma oportunidade claríssima de empatar. A bola sobrou limpa para o jogador do Novorizontino, mas ele pegou muito mal e mandou longe da meta defendida por João Paulo.

O Santos quase ampliou logo no início do segundo tempo. Marcos Leonardo fez ótimo passe na entrada da área para Marcos Guilherme chegar em ótima condição de finalizar. O chute cruzado do atacante santista pegou na trave do Novorizontino. O Novorizontino conseguiu um pênalti pouco tempo depois. Léo Baiano foi derrubado na área por Vinícius Balieiro e a arbitragem marcou. Douglas Baggio foi para a cobrança, acertou no canto oposto de João Paulo e empatou a partida aos 7 minutos.

Em mais uma jogada iniciada por Ângelo, Ricardo Goulart cabeceou à queima-roupa, mas Giovanni fez grande defesa. Na resposta, o Novorizontino partiu em contra-ataque e João Paulo, que completou 100 jogos com a camisa do Santos neste domingo, fechou o ângulo de Romulo, que saiu na cara do gol e tentou tirar do goleiro.

Enquanto o novo treinador santista não assume, a estrela do técnico interino Marcelo Fernandes brilhou. Lucas Barbosa, que havia acabado de entrar no lugar de Ângelo, marcou o segundo gol santista três minutos depois de pisar no campo, aos 28. Um detalhe é que o auxiliar foi xingado pela torcida ao fazer a substituição. Barbosa recebeu cruzamento de Lucas Braga, dominou e bateu certeiro no cantinho para fazer 2 a 1. Foi o primeiro gol do atleta pelo Santos.

João Paulo precisou aparecer para fazer intervenções importantes nas jogadas seguintes e impedir um novo empate do time visitante. Mas o goleiro santista não foi capaz de defender o chutaço no cantinho feito por Marcinho aos 39 minutos do segundo tempo, que empatou novamente o placar, por 2 a 2. Os dois times tentaram abafar o adversário para buscar a vitória, mas nenhum dos dois teve sucesso. O Santos terminou o jogo vaiado pela torcida, que entoou o canto de "time sem vergonha".

Após três jogos consecutivos sem vencer no Campeonato Paulista, o Santos enfrentará a Ferroviária no próximo sábado para tentar dar fim à má fase. O Novorizontino vai tentar esquecer o péssimo momento vivido no Campeonato Paulista para estrear bem na Copa do Brasil na próxima quarta-feira, contra a Tuna Luso. Pelo estadual, o time do interior enfrentará a Inter de Limeira no próximo domingo.


FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 2 NOVORIZONTINO

SANTOS - João Paulo; Vinicius Balieiro, Kaiky, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Sandry (Jobson), Camacho e Ricardo Goulart (Bruno Oliveira); Ângelo (Lucas Barbosa), Marcos Guilherme (Lucas Braga) e Marcos Leonardo (Rwan). Técnico: Marcelo Fernandes.

NOVORIZONTINO - Giovanni; Willean Lepu, Bruno Aguiar, Wálber e Reverson; Léo Baiano (Adilson Goiano), João Pedro Barba (Marcinho), Romulo, Léo Tocantins (Danielzinho) e Douglas Baggio (Cléo Silva); Bruno Silva (Chrigor). Técnico: Alan Aal.

GOLS - Ricardo Goulart, aos 11 minutos do primeiro tempo. Douglas Baggio, aos 7, Lucas Braga, aos 28, e Marcinho, aos 39 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Flavio Rodrigues de Souza (SP).

CARTÕES AMARELOS - Wálber, Chrigor e Lucas Barbosa.

RENDA - R$ 216.272,50

PÚBLICO - 8.473 presentes.


LOCAL - Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.