Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

Santos empata com o Corinthians e conquista o tetracampeonato paulista feminino

Equipe praiana jogava pelo empate por conta da vitória por 1 a 0 no jogo de ida na Vila Belmiro

Estadão Conteúdo

06 Outubro 2018 | 13h58

O Santos empatou com o Corinthians por 2 a 2, neste sábado, no Parque São Jorge, em São Paulo, resultado que garantiu ao clube santista o quarto título do Campeonato Paulista Feminino. Além dessa conquista em 2018, as demais aconteceram em 2007, 2010 e 2011.

O Santos jogava pelo empate por causa da vitória por 1 a 0 na partida de ida, conquistada na última terça-feira, em uma Vila Belmiro que contou com 13.867 santistas, público próximo ao da lotação máxima do estádio. O Corinthians não divulgou, mas o número de torcedores no Parque São Jorge para o duelo decisivo ficou bem abaixo.

O Corinthians conseguiu tirar a vantagem do Santos logo aos 50 segundos de partida, quando Marcela recebeu dentro da área, girou sobre a marcação e finalizou cruzado. Uma vitória corintiana por um gol de diferença, por qualquer placar com essa margem, levaria a decisão à disputa de pênaltis.

O Santos retomou a liderança no placar agregado ainda no primeiro tempo, aos 17 minutos, quando Brena bateu falta e contou com desvio da barreira, que tirou a goleira Lelê do lance. A igualdade só foi desfeita aos seis minutos da etapa final, quando Erika aproveitou batida de escanteio e fez o segundo gol corintiano, de cabeça.

Yasmin chutou no travessão falta cobrada de longe, que poderia dar ao Corinthians a liderança no placar agregado, aos 12 minutos. O castigo veio aos 38, quando Ketlen fez o gol do título santista ao receber bola cruzada pelo lado direito e tocar na saída de Lelê.

Foi o primeiro título paulista do Santos desde a reativação da equipe feminina de futebol. O projeto foi descontinuado em 2012, pelo ex-presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, e voltou à atividade em 2015, quando Modesto Roma era o mandatário. O clube ficou em quarto lugar há três anos e vinha de dois vice-campeonatos para o Rio Preto.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.