Ademar Filho/Futura Press
Ademar Filho/Futura Press

Santos empata com Sport e desperdiça nova chance de encostar no Corinthians

Ricardo Oliveira abre o placar, mas Rogério deixa tudo igual e diferença para o líder continua em nove pontos

Estadão Conteúdo

19 Outubro 2017 | 23h18

Pela segunda rodada seguida, o Santos desperdiçou a chance de encostar no líder Corinthians na briga pelo título do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, no complemento da 29.ª rodada, o time santista empatou com o Sport por 1 a 1, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, e não aproveitou o empate corintiano com o Grêmio um dia antes. No final de semana, o rival alvinegro havia perdido para o Bahia, mas o Santos só empatou com o Vitória em casa.

+ TEMPO REAL - Confira a narração da partida

Assim, o Corinthians segue tranquilo na liderança com seus 59 pontos. Segue com nove a mais que o Santos, que caiu de terceiro para quarto por causa da vitória do Palmeiras sobre a Ponte Preta. Junto com o Grêmio, o vice-líder, os paulistas têm a mesma pontuação. O Sport, na luta para fugir do rebaixamento, permanece na 14.ª colocação com 35 pontos, três a mais que o time de Campinas (SP), que abre a zona da degola.

Neste final de semana, pela 30.ª rodada, tanto o Sport como o Santos jogarão no domingo. Às 17 horas, o time pernambucano enfrentará o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, em Curitiba. Um pouco mais tarde, às 19 horas, os santistas terão pela frente o lanterna Atlético Goianiense, no estádio da Vila Belmiro, em Santos.

Em campo, o Santos começou a partida de modo arrasador. No primeiro minuto, Ricardo Oliveira apareceu na cara de Magrão e chutou forte para a defesa do goleiro do Sport. Aos 3, em outra jogada do ataque santista, Jena Mota lançou o centroavante no lado esquerdo da área, que desta vez venceu o arqueiro pernambucano com um chute rasteiro.

O início envolvente sugeria um placar tranquilo para o Santos. Só sugeria, já que o Sport resolveu "entrar" em campo e começou a criar as suas jogadas ofensivas. O problema é que a maioria dos chutes e cabeçadas não passaram pelo goleiro Vanderlei, que mais uma vez salvou o time santista com boas defesas. Na mais difícil, aos 34 minutos, Diego Souza driblou dentro da área e bateu rasteiro, de esquerda. O arqueiro se esticou no canto esquerdo e espalmou para escanteio.

Para a segunda etapa, o técnico Vanderlei Luxemburgo colocou o Sport na frente com as entradas de Juninho e Samuel Xavier nos lugares de Wesley e Raul Prata, respectivamente. Na base da pressão, os pernambucanos sufocaram o Santos. Não tinham muita efetividade na hora da conclusão a gol, mas pouco sofreram na defesa, já que Lucas Lima não estava em uma noite inspirada para os visitantes.

O gol de empate do Sport, aos 38 minutos, veio de uma outra aposta de Vanderlei Luxemburgo para o ataque. Rogério recebeu pela esquerda e cortou para o meio. O cruzamento do atacante foi mais forte que o previsto, ninguém encostou na bola dentro da área e Vanderlei não conseguiu fazer a defesa. Apenas viu a bola bater na sua trave esquerda e entrar.

A igualdade no placar inflamou o Sport, que buscou o ataque de todas as maneiras e isso por pouco custou uma derrota. Por sorte o centroavante Kayke, que havia entrado no lugar de Ricardo Oliveira, estava com a pontaria ruim em um contra-ataque aos 43 minutos. Livre na frente de Magrão, o santista tirou muito do goleiro e chutou para fora.

FICHA TÉCNICA

SPORT 1 x 1 SANTOS

SPORT - Magrão; Raul Prata (Samuel Xavier), Durval, Henríquez e Sander; Rithely, Patrick, Wesley (Juninho) e Diego Souza; Osvaldo (Rogério) e André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

SANTOS - Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Yuri (Vecchio), Matheus Jesus, Lucas Lima, Jean Mota e Serginho (Copete); Ricardo Oliveira (Kayke). Técnico: Levir Culpi.

GOLS - Ricardo Oliveira, aos 3 minutos do primeiro tempo; Rogério, aos 38 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Wesley (Sport); Matheus Jesus, Copete, Vecchio, Yuri e Lucas Veríssimo (Santos).

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa/PA).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 16.377 pagantes.

LOCAL - Estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.