Santos emperra e só empata em casa

Um instável primeiro tempo, onde a defesa não se acertou, custou pontos preciosos ao Santos que, na Vila Belmiro, não conseguiu mais do que um empate contra o Juventude por 1 a 1. Agora, além de estar mais distante do líder cruzeiro, o time de Leão precisa torcer para que o Coritiba não vença o Vasco, nesta quinta-feira, em São Januário, ou terá o time paranaense empatado no número de pontos no Campeonato Brasileiro.No primeiro tempo, o Juventude dominou o jogo e criou várias chances de gol na base da velocidade. Aos 10 minutos, o Juventude cobra escanteiro e Índio, aproveitando uma falha do posicionamento da marcação santista abriu o placar para o Juventude.Com o gol, a equipe santista tentou reagir. Primeiro com um jogada aos 13 minutos quando Robinho, que teve boa apresentação, passou para Jerri que, por sua vez, lançou renato que chutou Renato direto e desperdiçou chance. Sete minutos depois foi a vez de William perder oportunidade de marcar. Ao mesmo tempo que tentava chegar ao empate, o Santos oferecia oportunidades do adversário. Aos 30 minutos, quase que a jogada do gol se repete, com a bola cruzada para Geufer, que errou a cabeçada, para sorte do time da Vila Belmiro. Aos 43, a melhor oportunidade santista, com Robinho driblando dois na área e entregando a bola para William que, sem marcação, errou o chute. A bola pssou sobre o gol de Márcio. No intervalo, o time foi vaiado.No segundo tempo, o time de Leão mudou. Com Alexandre e Wellington, acertou a marcação e mostrou mais pegada. Com isso, as chances de gol aumentaram. Aos 5 minutos, Renato aos 5 perde nova chance de empatar o jogo depois de cabecear bola vinda de cobrança de falta. Dois minutos depois Robinho chutou à queima roupa em Márcio, que faz bela defesa.Mas a pressão santista não parou por aí, mas a bola teimava em não entrar. Elano cobrou falta na trave aos 18 minutos. Depois de tanta insistência, a recompensa chegou aos 29 minutos, quando o Santos conseguiu armar um contra ataque a partir do meio-de-campo. A bola foi lançada para Elano que cruzou para William. Desta vez o atacante acertou a pontaria e, de cabeça, empatou a partida, garantindo pelo menos um ponto para a equipe em jogo em casa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.