Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Ivan Storti|Santos FC|Divulgação
Ivan Storti|Santos FC|Divulgação

Santos encara vários desafios na Colômbia diante do Santa Fe pela Libertadores

Altitude, desgaste pela longa viagem e, acima de tudo, qualidade do time do Santa Fe são entraves para os brasileiros

O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2017 | 07h00

O Santos projeta um confronto muito difícil diante do Independiente Santa Fe, na Colômbia, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no estádio El Campín, válido pela terceira rodada do Grupo 2 da Copa Libertadores. Entretanto, o desgaste após uma viagem de 12 horas até Bogotá e a altitude de 2.640 metros não são as principais preocupações da delegação, que chegou na noite desta segunda-feira à cidade.

Jogadores e comissão técnica do time alvinegro se mostraram impressionados com a qualidade da equipe colombiana, atual campeã nacional. O time adversário é visto por todos como um dos candidatos ao título da competição continental.

O centroavante Ricardo Oliveira - que vive a expectativa de marcar o seu 11.º gol pelo clube santista em jogos de Libertadores - confirmou o grau de dificuldade da partida, mas valorizou a preparação feita pelo Santos para superar os colombianos e voltar para o Brasil como líder da chave.

“O Santa Fe tem um time forte, já o vimos jogar. Ainda vamos observar mais algumas coisas sobre eles, mas não tenho dúvidas de que teremos grandes dificuldades jogando em sua casa. Precisamos estudar e nos dedicar muito para neutralizar as jogadas deles. Mas estamos confiantes. Entrega e dedicação dentro de campo não faltarão. Vamos buscar a vitória, pois ela será um grande passo para garantir nossa classificação”, analisou Ricardo Oliveira, em entrevista concedida antes da viagem para Bogotá.

Outro ponto destacado pela delegação santista - e este sim incomoda - é o clima de Bogotá. A cidade vive dias frios e chuvosos, condições que os santistas enfrentam pela primeira vez neste ano.

Os jogadores do Santos fizeram apenas um treino antes da partida e não foi no palco do confronto. A Prefeitura de Bogotá vetou o uso do estádio El Campín para o treinamento santista depois de ter negado pelo clube um pedido para que os atletas usassem tênis - e não chuteiras - durante as atividades. Desta forma, o reconhecimento do gramado, uma exigência da Conmebol, foi feito apenas depois do treinamento realizado em um campo próximo do local da partida desta quarta-feira.

FICHA TÉCNICA

INDEPENDIENTE SANTA FE - Leandro Castellanos; Carlos Arboleda, David Moya, Antonio Urrego e Dairon Mosquera; Juan Daniel Roa, Baldomero Perlaza, Yeison Gordillo e Jonatan Gómez; Johan Arango e Andrés Stracqualursi. Técnico: Gustavo Costas.

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

ÁRBITRO - Fernando Rapallini (Fifa/Argentina).

HORÁRIO - 21h45 (de Brasília).

LOCAL - Estádio El Campín, em Bogotá (Colômbia).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.