Santos enfrenta Bragantino e a crise diante de sua torcida

O Lateral-esquerdo Kléber treina e está confirmado para a partida, neste domingo, às18h10, na Vila Belmiro

Sanchez Filho, Especial para O Estado de S. Paulo

26 de janeiro de 2008 | 13h07

O Santos tem um jogo decisivo contra o Bragantino, hoje às 18h10, na Vila Belmiro, embora o Campeonato Paulista esteja apenas na quarta rodada. É que depois de duas derrotas e um empate a crise no clube será total se o time não ganhar hoje. Insatisfeito com o comportamento de alguns importantes titulares, Emerson Leão resolveu antecipar a promoção das revelações da Copa São Paulo de Juniores, os meias Paulo Henrique, o atacante Alemão, e o centroavante Tiago Luís, que vai formar dupla com Kléber Pereira hoje, além de reincorporar o lateral-esquerdo Carleto. Porém, a maior novidade na escalação de Leão é o lateral-esquerdo Kléber, que participou do coletivo de uma hora neste sábado, sem se queixar de dores. Veja também: Adailton nega racha no Santos e espera reação no Paulistão Na defesa, sai Domingos e entra Anderson Salles, zagueiro de apenas 1m78 de altura, formado nas categorias de base, mas que faz bem a função de líbero. Marcinho Guerreiro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, será substituído por Adriano, enquanto Carlinhos, o jogador mais vaiado na derrota diante do Juventus, na quinta-feira, nem foi convocado para a concentração. No coletivo deste sábado, o novo time titular teve dificuldades para derrotar os reservas por 2 a 1, mas Tiago Luís aproveitou bem a primeira oportunidade, fazendo um dos gols e a jogada do segundo, marcado contra por Domingos. Ele vai jogar mais pela direita, entrando na diagonal para a área, com Kléber Pereira ficando mais fixo no meio.SantosFábio Costa; Domingos, Adailton e Betão; Filipi, Adriano, Rodrigo Souto, Alex e Carleto; Tiago Luís e Kléber PereiraTécnico: Emerson LeãoBragantinoGléguer; Nei Santos, Vanderlei e Da Silva; Niander, César Gaúcho, Moradei, Zeziel e Anderson; Malaquias e BillTécnico: Marcelo VeigaÁrbitro: Rodrigo Martins CintraEstádio: Vila BelmiroHorário: 18h10TV: SporTV "Além das informações que recebi sobre Tiago Luís, pelo menos quatro jogos dele eu já vi. Seus oito gols foram marcad os de dentro da área e isso significa que incomoda os zagueiros adversários", disse Leão. Com a entrada da jovem revelação, Leão pretende socorrer Kléber Pereira, que ficou muito isolado nos três primeiros jogos do Campeonato Paulista. Como Tiago Luís vai atuar quase como um ponta, atrairá a marcação de pelo menos um zagueiro e abrirá espaços para o companheiro de ataque.  Além de providências técnicas, as mudanças mostram que Leão conta com o respaldo de Marcelo Teixeira para acelerar o processo de renovação de um time que ficou devendo em 2007, apesar dos altos salários. Sua maior dificuldade na terceira passagem pelo clube é a falta de recursos para contratar reforços e de bons jogadores no mercado, além resistência por parte de alguns titulares importantes. O técnico evita citar nomes ou falar em complô, porém deixa claro que sente num campo minado e com pouco tempo para tomar providencias. "A situação que encontrei é bem pior do que aquela de 2002 e os motivos todos sabem quais são. Mesmo assim vamos ter que reagir para chegarmos em 4.º, que vale o 1.º lugar, no Campeonato Paulista, como em 2002 o 8.º valeu o título do Brasileiro", afirmou o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCBragantinoPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.