Santos entra na briga por Diego Souza

Idéia da diretoria é trocar o jogador do Benfica pelo lateral-esquerdo Kléber

Bruno Winckler, Jornal da Tarde

09 de janeiro de 2008 | 20h00

O Santos entrou na briga para ter Diego Souza. Para isso, está disposto a ceder o lateral Kléber, seu mais valioso jogador, ao Benfica. O clube ainda pede a vinda, por empréstimo, do lateral Léo, campeão brasileiro com Emerson Leão em 2002.Sem nenhum lateral-direito no elenco - Alessandro foi para o Corinthians e Dênis ainda se recupera de lesão -, o Santos também pena para fechar a zaga.Com quase tudo acertado, o zagueiro Fabão, ex-São Paulo e que pertence ao Kashima Antlers, não foi aprovado no exame médico, realizado na terça-feira. "Ele não foi vetado", garantiu o técnico Carlos Braga. "Foi examinado e constatamos um problema sério no tornozelo direito. Ele não se recuperou totalmente da cirurgia feita há quatro meses e ainda precisa de mais tempo." Fabão não deve estar em condições de jogar antes de abril. "Cabe agora à diretoria avaliar, se vale a pena contratar ou não um jogador no estado em que o Fabão se encontra, que não está pronto para jogar imediatamente", ponderou. "Por se tratar de jogador de alto nível, pode compensar trazê-lo para o segundo semestre." Essa decisão fica para Leão e os dirigentes. Fabão era um dos principais nomes na lista de reforços do Santos. O elenco perdeu três zagueiros para a nova temporada e até agora apenas Evaldo e Betão foram contratados. Saíram Adaílton, Leonardo e Antonio Carlos, agora cartola do Corinthians. Não bastasse isso, o zagueiro Marcelo estaria na mira do Shakhtar Donetsk. O time da Ucrânia ofereceu R$ 3 milhões ao Santos para ficar com o jogador. A diretoria trata do assunto em sigilo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.