Santos espera perdão para pendurados

Com 11 jogadores pendurados com um cartão amarelo, sete deles titulares, os santistas torcem por um perdão por parte da Federação Paulista de Futebol. O volante Claudiomiro é um deles e comenta que "é importante que os cartões sejam zerados, para valorizar a semifinal". De qualquer forma, ele entende que "é preciso administrar bem essa questão, jogar com inteligência, para que o time não seja prejudicado".A esperança dos santistas é que, com uma vitória sobre o Mogi Mirim e uma combinação de outros resultados, o Santos chegue em primeiro nessa fase, para se beneficiar do regulamento do campeonato. "A luta é essa", disse Claudimioro, "e é importante que o time chegue embalado na próxima fase, pois assim estaremos mais próximos do título". O volante, porém, não espera um jogo fácil: "pela situação do Mogi, que luta para não cair, vai ser mais uma partida muito difícil", comentou.Além de Claudiomiro, a lista de titulares pendurados tem seis nomes: Deivid, Fábio Costa, Rincón, Renato, Rincón, Robert e Russo. Dos reservas, Caíco, Michel, Rodrigão e Pereira têm um cartão amarelo. Caso os cartões não sejam zerados, Geninho terá que administrar a suspensão de seus jogadores, visando manter o time equilibrado nas próximas partidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.