Santos evita oficializar acerto com o Porto por Danilo

Clube da Vila admite que houve o entendimento entre as partes, mas diz que ainda há pendências a serem resolvidas

Sanches Filho, Agência Estado

19 de julho de 2011 | 19h31

SANTOS - Apesar de o Porto ter informado à CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) a contratação do volante Danilo, do Santos, o clube alvinegro nega que a negociação já esteja definida. "Não tem nada decidido. Há intenção, mas ainda está sendo discutido", disse o presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, na noite desta terça-feira.

"De fato tivemos entendimento com o Porto na tarde de hoje (terça), mas existem pendências para serem resolvidas. A comunicação ao CMVM é uma obrigação imposta pela legislação de Portugal, e já aconteceu de eles não concluírem uma negociação mesmo tendo emitido esse comunicado obrigatório. Isso pode voltar a se repetir, pois uma condição imposta pelo Santos é a de que o Danilo fique para o Mundial. Vamos resolver até semana que vem", explicou o dirigente.

Mais cedo, o Santos comprou os 37,5% dos direitos econômicos que pertenciam ao grupo de investimentos DIS, por 3,75 milhões de euros (R$ 8,3 milhões). Agora, os santistas tentam adquirir também os 25% do América-MG, ao mesmo tempo em que negociam com o clube português. Mesmo se não for vendido ao Porto, Danilo vai ter aumento salarial após retornar da seleção brasileira sub-20 que vai disputar o Mundial, na Colômbia.

"Fomos notificados pela DIS, há dias, de que tínhamos prazo até o dia 18 para tomar uma decisão sobre Danilo e respondemos que exerceríamos a nossa prioridade", disse Luis Alvaro. Após a conquista da Copa Libertadores, quando aumentou a pressão do Benfica pela sua contratação, Danilo procurou a diretoria para dizer que queria ir embora. Os dirigentes prometeram atendê-lo, desde que se comprometesse a defender o Santos no Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.