Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Santos faz 3 gols em 5 minutos e supera time reserva do Fluminense na Vila

Alvinegro encosta no G-6 do Brasileirão com vitória por 3 a 0 sobre o tricolor carioca

Bruna Gavioli, O Estado de S.Paulo

27 Outubro 2018 | 18h58

Em um jogo marcado pela insistência, o Santos sofreu, mas venceu o Fluminense por 3 a 0 neste sábado, na Vila Belmiro, em jogo válido pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. O placar fez o triunfo parecer fácil, mas o time da casa teve dificuldades até os 38 minutos do segundo tempo, quando abriu o placar. Acabou fazendo três gols em apenas cinco minutos para confirmar a superioridade sobre a equipe reserva do Fluminense.

Gabriel, artilheiro do Brasileirão, Victor Ferraz e Sánchez balançaram as redes nesta tarde. Com a vitória, o time da Vila chegou aos 46 pontos e colou de vez na disputa pela vaga na Copa Libertadores. O Santos, ainda em sétimo lugar, soma agora a mesma pontuação do Atlético Mineiro, que é o sexto e abre o chamado G-6.

Com um time reserva, por conta do jogo da próxima quarta-feira pela Copa Sul-Americana, contra o Nacional-URU, o Fluminense teve como destaque o goleiro Rodolfo. Apesar dos três gols sofridos, fez pelo menos três grandes defesas e impediu o Flu de levar uma goleada histórica na Vila Belmiro.

Mesmo diante de uma equipe reserva e jogando em casa, o Santos teve dificuldade para se impor na Vila, no primeiro tempo. Criou pouco, quase não ameaçou o gol do rival carioca e a torcida teve motivos de sobra para se preocupar com a possível chance perdida nesta rodada.

Mas, se o Santos demorou para acordar no primeiro tempo, o time reagiu e voltou com mais força na segunda etapa. Artilheiro do campeonato, Gabriel perdeu um gol que não está acostumado a perder no início, mas logo se redimiu com a torcida.

De pênalti, o craque abriu o placar aos 38 minutos e marcou o gol de número 12.500 do Santos. Foi ainda o seu 16º, ampliando sua vantagem na artilharia do Brasileirão - foi o seu 25º na temporada. Logo depois, foi a vez de Victor Ferraz, de cabeça, aos 42 minutos, e de Sánchez, aos 43 minutos, balançarem as redes.

O jogo marcou a estreia do novo terceiro uniforme do Santos, na cor dourada, em homenagem ao bicampeonato mundial do clube da Vila Belmiro, conquistado em 63.

Com o resultado, o Fluminense permanece estacionado nos 40 pontos, focado na Copa Sul-Americana. Pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos encara o Palmeiras no próximo sábado, às 19 horas (de Brasília), no Allianz Parque, enquanto o Fluminense enfrenta o Vasco, às 17 horas, no Maracanã, no mesmo dia.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 3 x 0 FLUMINENSE

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Robson Bambu e Dodô; Alison (Bryan Ruíz), Carlos Sánchez e Diego Pituca; Rodrygo, Gabriel e Bruno Henrique (Derlis González). Técnico: Cuca.

FLUMINENSE - Rodolfo; Igor Julião, Frazan (Alex), Paulo Ricardo e Marlon; Aírton (Mateus Norton), Dodi, Fernando Neto e Daniel (Cabezas); Marcos Júnior e Júnior Dutra. Técnico: Marcelo Oliveira.

GOLS - Gabriel, aos 38, Victor Ferraz, aos 42, e Carlos Sánchez, aos 43 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Robson Bambu e Gabriel (Santos); Airton, Fernando Neto e Marlon (Fluminense).

ÁRBITRO - Heber Roberto Lopes (SC).

RENDA - R$ 165.563,50.

PÚBLICO - 8.680 pagantes.

LOCAL - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.