Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Santos faz primeira 'grande decisão' do ano precisando ganhar na casa do Ceará

Após empata sem gols na Vila Belmiro, equipe do técnico Cuca decide vaga nas quartas de final da Copa do Brasil no Castelão

Fabio Hecico, especial para O Estadão

04 de novembro de 2020 | 05h00

O técnico Cuca não quer saber do sofrimento dos pênaltis e colocará o Santos para atacar o Ceará nesta quarta-feira. A ideia é ganhar no Castelão, às 19 horas, derrubar a invencibilidade do rival, para avançar direto nas oitavas da Copa do Brasil, na primeira "grande decisão" do ano para o clube.

O treinador repetirá o ataque com Kaio Jorge, Marinho e Soteldo, que foi bem nos 3 a 1 sobre o Bahia, para apagar a má impressão do jogo de ida, na Vila Belmiro, no qual o time amargou um 0 a 0 depois de falhar no ataque.

Na oportunidade, o Santos perdeu muitas chances na primeira etapa, até ficar sem Lucas Veríssimo, expulso pouco antes do intervalo. Após o cartão vermelho, a equipe passou alguns apertos, mas segurou a igualdade.

Nesta quarta-feira a ordem é não perder jogadores por lances bobos como o do zagueiro e aproveitar as chances criadas. O Santos costuma ter diversas oportunidades durante as partidas. Mas falha quase na mesma proporção na hora de aproveitá-las.

Crente que o Ceará não se resguardará e vai para cima em busca da vitória que vale a vaga, Cuca quer ser mortal nos contragolpes, uma arma santista. Vai explorar a velocidade e tentar ser preciso quando chegar na frente de Fernando Prass.

Kaio Jorge estava com a seleção sub-20 e foi desfalque no duelo de ida, na Vila Belmiro. Com uma referência na área, o Santos promete ser mais perigoso e eficiente em seu terceiro encontro com o Ceará. Além do 0 a 0 em casa, os santistas já haviam ganhado no Castelão, mas pelo Brasileirão. Felipe Jonatan garantiu o 1 a 0.

O lateral-direito Pará está recuperado e pronto para voltar à equipe. Resta saber se Cuca tirará Madson, que vem jogando bem. Como não tem Lucas Veríssimo na defesa, há a possibilidade de Pará reassumir sua posição e Madson ser deslocado para a zaga, o que já aconteceu na Libertadores. Desta forma, Luiz Felipe ficaria no banco.

No Ceará, o técnico Guto Ferreira terá a volta do meia Fernando Sobral, preservado diante do Botafogo, e contará com duas importantes peças no banco de reservas: o lateral Samuel Xavier, recuperado de lesão, e o atacante Felipe Vizeu, aprimorando a forma física.

Como tem sido praxe nos jogos do Ceará, a estratégia será partir para cima do rival. Fernando Sobral revelou que Guto trabalhou bastante em cima dos erros apresentados nos dois duelos com o Santos e promete uma postura diferente nesta quarta-feira. Será o oitavo jogo do Ceará nesta edição da Copa do Brasil. Antes foram cinco vitórias e dois empates. Assim, está invicto e confiante.

A classificação às quartas de final renderá R$ 3,3 milhões. E será um auxílio excelente aos cofres do clube que se garantir na próxima fase da Copa do Brasil. Esse incentivo extra motiva santistas e cearenses a serem ousados no Castelão. FICHA TÉCNICA

CEARÁ X SANTOS

CEARÁ - Fernando Prass; Eduardo, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fabinho, Charles, Vinícius e Fernando Sobral; Léo Chú e Rafael Sóbis. Técnico - Guto Ferreira.

SANTOS - João Paulo; Madson, Luiz Felipe (Pará), Luan Peres e Felipe Jonatan; Diego Pituca, Jobson e Jean Mota; Soteldo, Marinho e Kaio Jorge. Técnico - Cuca.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden (RS).

HORÁRIO - 19 horas.

LOCAL - Castelão, em Fortaleza (CE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.