Santos fica "nas mãos" de Luxemburgo

A conquista do bicampeonato deu ao Santos a tranqüilidade necessária para preparar um vôo mais alto em 2005: vencer a Libertadores da América, título que vem sendo perseguido nos dois últimos anos e que dá acesso ao sonho maior de conquistar a terceira estrela de campeão mundial. Por conta disso, a cara do time que começa a ser montado será diferente da atual, com jogadores preparados para vencer essa competição internacional. Em meio à festa pela conquista do título brasileiro, a diretoria começa a montar a nova equipe, já que grande parte dos jogadores será substituída. Essa operação, para os santistas, se assemelha à armação de um quebra-cabeças, com algumas peças já definidas na posição, como Robinho e Ricardinho, mas o principal desafio é colocar a pedra inicial, que é o treinador. Vanderlei Luxemburgo não disse ainda se fica ou vai para o Corinthians. Irá conversar com a diretoria, que encontrou na conquista de domingo um motivo a mais para jogar pesado na manutenção do treinador e informou que nada está acertado com os corintianos. Pesará as duas ofertas e as vantagens de cada uma. O clube da Capital sai na frente com uma proposta milionária, irrecusável e imbatível. Para os santistas, resta a possibilidade de pagar salário compatível com a filosofia do clube e com os valores do futebol brasileiro e o apelo da disputa da Libertadores da América, cujo título também é um sonho de Luxemburgo e uma das razões mais fortes que o levaram a aceitar o convite feito pela diretoria no início do ano. Caso não consigam segurar Luxemburgo, alguns nomes formam a lista de treinadores que podem dirigir o clube, entre eles Tite, Muricy Ramalho e Zetti. A partir dessa contratação, o esforço de renovação do elenco será acelerado. As propostas salariais dos atuais jogadores já estão na mesa da diretoria e sete dos 11 titulares estão com o contrato a vencer nos próximos dias, entre eles Paulo César, André Luís, Léo, Mauro, Preto Casagrande e Ávalos. Com a conquista do título, cresceu o interesse de outros clubes pelos jogadores santistas e desta vez os dirigentes encontrarão um mercado mais competitivo, principalmente com a parceria da MSI com o Corinthians. Sr Luxemburgo for mesmo para o Parque São Jorge, irá querer levar jogadores de sua absoluta confiança, como o centroavante Deivid, que tem contrato até o meio do ano com o Santos. Ainda não se fala em lista de dispensas, mas jogadores como o goleiro chileno Tápia dificilmente permanecerão na Vila Belmiro. Mauro, que havia disputado o título da segunda divisão no ano passado pelo Marília, deu mais tranqüilidade à defesa, diminuiu sensivelmente o número de gols sofridos e deve permanecer na equipe, embora o clube esteja sempre procurando um goleiro mais experiente e renomado. A diretoria vai estudar também, caso a caso, a situação de jogadores como Antônio Carlos, Zé Elias, Márcio, Bóvio, Flávio e Marcinho. Léo é um dos jogadores mais marcados com as cores do Santos e vive um conflito: seu contrato está pronto, faltando apenas assinar. Mas ele espera alguma proposta para realizar o sonho de jogar no exterior. Elano está na mesma situação, mas seu contrato não vence agora: ele foi cogitado pelo Atlético de Madrid, as negociações esfriaram, mas ele chegou ao fim do campeonato valorizado pela atuação e pelos dois gols que fez, um em cada uma das duas últimas partidas. A zaga é um dos setores que terá prioridade na contratação de jogadores e só há certeza da permanência de dois zagueiros: Leonardo e Domingos, jovens revelações santistas. Para a Libertadores, o clube poderá optar por atletas mais experientes. Os volantes Fabinho e Preto Casagrande têm muita chance de permanecer na Vila Belmiro, o mesmo ocorrendo com Basílio. Robinho e Ricardinho são dois jogadores que o presidente Marcelo Teixeira não irá abrir mão para a Libertadores da América. "Vamos fazer todos os esforços para manter a comissão técnica e a base do time. Vamos resolver as pendências porque pretendemos um Santos mais forte ainda", comentou o presidente Marcelo Teixeira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.