Santos focado na Copa Libertadores

A vitória sobre a LDU por 3 a 1 colocou o Santos na segunda classificação em seu grupo na Libertadores e mostrou que o time começa a ficar a cara do técnico Gallo. Com boas chances de conquistar a classificação para a próxima fase do campeonato continental, o time vai dedicar atenção especial à preparação para o próximo jogo, dia 20, contra o Danúbio. Tanto que os jogadores deverão ficar concentrados a semana que vem em Atibaia, numa nova intertemporada.Gallo gostou do desempenho do time na vitória desta quarta, principalmente porque foi a primeira vez que teve a oportunidade de juntar todo o elenco. Quando assumiu, muitos atletas estavam em tratamento médico, enquanto Ricardinho e Robinho estavam na Seleção. "Tivemos de dividir o time praticamente em dois e o primeiro coletivo do grupo ocorreu só na sexta-feira", comentou.O novo treinador sabe da qualidade do elenco que tem nas mãos e trabalha para tirar os jogadores da apatia em que caíram sob o comando de Oswaldo de Oliveira. Mas quer mais: Gallo comentou que a diretoria está trabalhando para a contratação de pelo menos três jogadores renomados. O presidente Marcelo Teixeira admitiu as negociações, mas mantém os nomes em sigilo.O meia Marcinho, do São Caetano, continua interessando o clube e pode ser o primeiro nome a ser anunciado. Giovanni também está nos planos, mas sua liberação pode ocorrer só em julho e esse é o principal entrave para a volta do atacante à Vila Belmiro, onde foi revelado e se consagrou. Também um zagueiro está nos planos dos santistas.Se jogadores vão chegar, outros poderão sair. É o caso de Deivid, cujos direitos federativos pertencem ao Bordeaux, que exige ? 6 milhões para sua liberação em definitivo. O presidente Marcelo Teixeira tentou negociar a permanência do centroavante e estava disposto a pagar sua multa rescisória, mas as negociações não tiveram sucesso.No jogo de quarta-feira, Deivid teve problema com torcedores, que o provocaram. Não fez uma boa partida, mas o técnico Gallo saiu em sua defesa. "Essa análise feira em cima do gol é equivocada", disse ele, argumentando que "o Deivid tem uma função extremamente importante, pois dá suporte para o Robinho, abrindo brechas muito grandes para o companheiro trabalhar". Mais: "Deivid talvez seja o jogador mais experiente do Brasil nesse posicionamento sem bola".

Agencia Estado,

07 de abril de 2005 | 18h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.