Santos ganha de virada da Ponte

O Santos, mesmo com time misto, sem seis titulares, continua brilhando no Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, não precisou de Robinho, Diego, Fábio Costa... nem de muito futebol para bater a Ponte Preta por 2 a 1, de virada, na Vila Belmiro.Os titulares que sobraram no Santos carregaram o time, sem grandes dificuldades, para mais uma vitória e para os 34 pontos na competição (continua em terceiro lugar na tabela). O lateral-esquerdo Léo se movimentou muito, fez boas jogadas e só não foi o melhor em campo porque seu companheiro, Elano, estava em noite inspirada. Tirando alguns lances de Léo, Elano e os três bonitos gols da partida, o jogo foi morno, a Ponte esbarrou na limitação do elenco e só conseguiu pressionar a equipe da casa nos últimos minutos do segundo tempo.Quem não tem muito o que comemorar no Santos é o técnico Leão, que perdeu a cabeça no fim do primeiro tempo e foi expulso pelo árbitro Romildo Correa. Saiu de campo, quando o jogo estava 1 a 1, insinuando que o juiz estava sendo tendencioso a favor da Ponte.A partida começou em marcha lenta. Elano foi o primeiro a chamar atenção. Aos 11 minutos, arriscou chute forte de muito longe e obrigou o goleiro Lauro a se esticar para espalmar. Aos 25, Ricardo Oliveira por pouco não abriu o placar, cobrando falta.Como o Santos perdeu, a Ponte foi lá e abriu o placar. Jean, aos 35 minutos, arrancou para o gol, tabelou com Fabrício Carvalho, que devolveu. Depois, Jean chutou no canto direito de Júlio Sérgio: 1 a 0.Mas, nove minutos depois, o Santos empatou, aos 42. Depois de passe de Jerri, Ricardo Oliveira acertou um belíssimo chute de fora da área, sem chance para o goleiro.No segundo tempo, o time da casa foi para cima buscando a virada. Com o jogo aberto, o Santos chegou perto do segundo logo a 1 minuto, com Elano. Aos 6, André Luís marcou um golaço. Falta pelo lado esquerdo, o zagueiro soltou o pé e acertou o ângulo esquerdo de Lauro: 2 a 1.Depois dos 20 minutos, a partida esfriou. A Ponte pressionou no final e chegou perto do empate. Aos 43, Júlio Sérgio se atrapalhou num chute de fora da área e quase levou um frango. Mas o goleiro se recuperou e o Santos saiu com a vitória.

Agencia Estado,

17 de julho de 2003 | 00h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.