Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Santos garante autonomia para vender Felipe Anderson

Grupo Doyen Sports, que detém direitos sobre o jogador, não interfere na negociação com a Lazio

SANCHES FILHO, Agência Estado

24 de junho de 2013 | 18h48

SANTOS - O Santos aguarda apenas o acerto da forma de pagamento para anunciar oficialmente que Felipe Anderson é jogador da Lazio, da Itália. Como o prazo para transferências de atletas para o exterior será aberto apenas na próxima segunda-feira, os dirigentes não têm pressa em confirmar a venda. Nesta segunda, o clube divulgou nota oficial em seu site em que nega a conclusão das negociações e, ao mesmo tempo, que as exigências do fundo inglês de investimentos, Doyen Sports, estariam travando a transferência do meia.

"O Grupo Doyen Sports detém parte dos direitos econômicos do jogador. No entanto, em nenhum momento este grupo colocou entraves que inviabilizem a negociação", diz a nota, acrescentando que a decisão de aceitar ou não a proposta é exclusiva do Santos e de Felipe Anderson.

Como dono de 50% dos direitos econômicos de Felipe Anderson, o Santos já concordou em receber aproximadamente R$ 11 milhões (3,8 milhões de euros), em duas parcelas, além de uma porcentagem numa eventual transferência do jogador nos dois próximos anos.

A política que o Santos está implantando é de negociar jogadores que, mesmo sendo titulares, não façam falta ao time no restante do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil. Além de marcado pela definição do ex-técnico do Santos de eterna promessa, Felipe Anderson, perdeu espaço com a chegada de Cícero e Montillo e a promoção dos garotos da base Leandrinho, Pedro Castro e Léo Cittadini.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.