Evelson de Freitas/Estadão - 09/11/2014
Evelson de Freitas/Estadão - 09/11/2014

Santos garante permanência de Lucas Lima

Com proposta do Torino, meia foi convencido de que atrasos salariais serão quitados e que poderá ir para clube maior no futuro

GONÇALO JUNIOR, Estadão Conteúdo

20 de janeiro de 2015 | 17h53

O Santos conseguiu "segurar" o meia Lucas Lima, o grande destaque da equipe em 2014. O clube anunciou na tarde desta terça-feira em seu site oficial que o jogador, que tinha propostas do Torino, da Itália, e também do futebol chinês, continuará na Vila Belmiro. O presidente do clube, Modesto Roma Júnior, reuniu-se com o empresário do atleta, Edson Khodor, e definiu a permanência do jogador. O meia tem seus direitos econômicos divididos entre a equipe (10%), o agente (10%) e o fundo Doyen Sports (80%), que pagou cerca de R$ 5,5 milhões para levá-lo do Internacional para o Santos, no ano passado.

Com uma proposta do Torino nas mãos, o empresário defendia a transferência. Lucas Lima gostaria de deixar o clube por conta dos atrasos salariais. Assim como o restante do elenco, ele está com um mês em débito, além do 13º e de quatro meses de direitos de imagem. Porém, ele foi convencido de que a situação será regularizada e de que pode sair para um clube maior que o Torino no meio do ano, quando o mercado de transferências europeu é mais movimentado. O meia tem contrato com o Santos até o dia 31 de dezembro de 2017 e uma multa rescisória de 60 milhões de euros (cerca de R$ 195 milhões) para clubes estrangeiros.

Nas 47 partidas que fez pelo clube, Lucas Lima anotou cinco gols e deu nove assistências. Ele se destacou pela técnica apurada, precisão nos passes e pela grande capacidade de organização. É considerado fundamental pela comissão técnica para armar as jogadas para o ataque do time, formado por Robinho, Ricardo Oliveira e Gabriel.
Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCLucas Lima

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.