Santos goleia Barbarense fora de casa

Jogando bem apenas no segundo tempo, o Santos goleou neste domingo o União Barbarense, fora de casa, por 5 a 1, e entrou na briga pela liderança do Campeonato Paulista. O time está entre os primeiros colocados com nove pontos, o mesmo que a Portuguesa. A liderança é do Rio Branco, de Americana, que tem 10 pontos.O próximo jogo do Santos é o clássico diante da Lusa, no sábado, às 16 horas, na Vila Belmiro. Antes disso, os santistas voltam ao campo na quarta-feira, às 21h40, no Rio, para jogar contra o Botafogo, partida de ida das semifinais do Torneio Rio-São Paulo.O forte calor em Santa Bárbara d?Oeste obrigou as equipes a iniciarem o jogo em um ritmo lento, preocupadas em poupar os jogadores. O lance mais polêmico da primeira etapa aconteceu aos 30 minutos, quando Robert invadiu a área em velocidade e foi derrubado pelo zagueiro Marquinhos. Para revolta dos santistas, o árbitro Romildo Correia não marcou a falta. Aos 32, Marquinhos, do União, acertou o travessão após cobrança de falta.Enquanto isso, a presença dos atacantes passava despercebida. Até que aos 41 Rodrigão, aproveitando cruzamento de Renatinho pela direita, abriu o placar com um belo sem-pulo, de dentro da área.A lentidão dos times continuou no início do segundo tempo. Apesar disso, o Santos tentava pressionar mais o adversário em seu campo de defesa. Logo aos 5, Dodô marcou o segundo do Santos cobrando falta no contra-pé de Zetti, que não esboçou reação.O gol deu novo ânimo ao Santos e, conseqüentemente, à partida. Embalado, o time de Geninho partiu para cima do União. Aos 15, Marcelo Silva aproveitou uma sobra de bola na entrada da área e chutou forte para ampliar o marcador, no canto esquerdo de Zetti, que mais uma vez só ficou olhando. Aos 22, o mesmo Marcelo Silva cometeu pênalti ao cortar um cruzamento com o braço. O atacante Mauro cobrou e diminuiu para o time de Santa Bárbara.No minuto seguinte, Robert, mais uma vez em dia inspirado, fez boa jogada pelo lado direito do ataque e cruzou. Novamente Rodrigão, bem posicionado no meio da área, fez o quarto dos santistas. Aos 40, Caíco lançou Robert, que tocou na saída de Zetti. O goleiro ainda desviou a bola, mas a sobra ficou com Deivid, que não desperdiçou, fazendo o quinto do Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.