Santos goleia Fortaleza por 4 a 0

O Santos assumiu a quarta colocação no Brasileiro, ao golear o Fortaleza por 4 a 0, neste domingo, na Vila Belmiro. O volante Renato marcou dois gols e foi o destaque do time na partida que seria de Diego e Robinho, que deixaram o campo aos 30 minutos do segundo tempo para se apresentar à seleção. Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, assistiu ao jogo em seu camarote, deixando o estádio pouco antes do final da partida e não concedeu entrevista aos jornalistas. A receita para segurar a retranca armada pelo Fortaleza era sufocar logo de início o adversário. E o Santos começou o jogo parecendo que ia aplicar mais uma goleada, chegando com perigo ao gol de Jefferson logo aos 2 minutos. Mas o time cearense não pretendia apenas se defender e jogava em rápidos contra-ataques. Tanto que aos 13 minutos deu um susto na defesa do Santos: Alysson chutou, Fábio Costa defendeu e, na seqüência, Fabrício acertou o travessão. Mesmo com o domínio santista, seus atacantes estavam encontrando dificuldades em chegar perto do gol de Jefferson. Aos 20 minutos, o goleiro cearense teve trabalho para segurar um chute de Diego, aproveitando uma boa jogada de Robinho. Aos 34, porém, Diego cobrou escanteio pela esquerda e Renato marcou de cabeça. "O Jefferson gritou ?é minha?, mas consegui me antecipar e fazer esse gol que aliviou as coisas para nós", disse o volante, que estreou o novo placar eletrônico inaugurado na Vila Belmiro. As dificuldades no primeiro tempo serviram para despertar o Santos para a etapa final. O time voltou extremamente ofensivo, desperdiçando várias chances logo nos primeiros cinco minutos, fazendo Ricardo Oliveira ouvir o grito de "fominha". Mas aos 6, Nenê dominou, driblou o zagueiro e, com pouco ângulo, chutou forte na saída do goleiro, aumentando a vantagem. O mesmo Nenê acabou cometendo pênalti, depois de ter sido driblado dentro da área por Clodoaldo. Wesley cobrou e a bola bateu na trave, para a sorte de Fábio Costa. "Todo bom goleiro tem que ter sorte", disse ele, referindo-se às duas vezes que a trave impediu o gol adversário. O Fortaleza ainda tentou reagir, mas o domínio era santista. Aos 30 minutos, o técnico Emerson Leão poupou a dupla Diego-Robinho, que tinha de se apresentar à seleção, e o time não caiu de produção. Aos 34, Douglas marcou de cabeça. Aos 41, Renato chegou de surpresa, aproveitando lançamento de Léo quando a bola já estava ultrapassando toda a extensão do gol de Jefferson. Sem o goleiro, foi só dar um toque para fechar a goleada. Ficha Técnica: Santos: Fábio Costa; Reginaldo Araújo, André Luís, Alex (Preto) e Léo; Paulo Almeida, Renato, Nenê e Diego (Alexandre); Robinho (Douglas) e Ricardo Oliveira. Técnico: Emerson Leão. Fortaleza: Jefferson; Ronaldo Angelim, Márcio Giovanini e Erandir; Sérgio, Dude (Dino), Wendell, Allyson (Wesley) e MarcosPaulo; Clodoaldo e Fabrício (Macedo). Técnico: Ferdinando Teixeira. Gols: Renato aos 34 do primeiro tempo; Nenê aos 6, Douglas aos 35 e Renato aos 41 minutos do segundo tempo. Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (RS). Cartão amarelo: André Luís, Dude, Diego, Robinho e Dino. Cartão vermelho: Ricardo Oliveira e Erandir. Renda: R$ 74.535,00. Público: 8.280 torcedores. Local: Vila Belmiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.