Paulo Pinto/AE
Paulo Pinto/AE

Santos goleia por 10 a 0 e se classifica na Copa do Brasil

Passeio sobre o Naviraiense-MS serve de treino para o clássico diante do Palmeiras, pelo Paulistão

Alan Rafael Villaverde, estadao.com.br

10 Março 2010 | 23h46

Jogando como se fosse uma mera pelada entre amigos, o Santos goleou o Naviraiense por 10 a 0 na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, na partida de volta pela primeira fase da Copa do Brasil.

Veja também:

tabela COPA DO BRASIL - Tabela

linkSantos volta a aumentar preço de ingressos em clássico

Agora, o Santos deve encontrar mais dificuldade na segunda fase, já que terá pela frente o Remo-PA, que eliminou o São Mateus-ES. A equipe sul-mato-grossense, por sua vez, viu o objetivo em disputar o jogo de volta terminar em massacre. 

A bravura da primeira partida continuava presente nos jogadores do Naviraiense, mas os erros nas conclusões do ataque santista, não. Assim, o primeiro gol surgiu logo aos seis minutos, quando Robinho driblou seu marcador como quis antes de cruzar rasteiro para a conclusão de Ganso.

Se até o empate servia para se classificar (ganhou o primeiro confronto por 1 a 0), a vitória parcial com pouco mais de cinco minutos de jogo fez o time do Santos relaxar. O Naviraiense se animou com a postura do adversário e chegou a assustar com uma bola na trave aos 19, num desvio do atacante Tom. O lance deu ao visitante a mera ilusão de que poderia jogar aberto. Erro crucial.

Com espaços, o Santos tratou de fazer quatro gols em 10 minutos. André marcou o segundo e quinto gols, Neymar fez o terceiro, enquanto o quarto foi marcado por Robinho. O sexto aconteceu aos 45, com um chute de Marquinhos, que contou com o desvio da zaga adversária.

 Santos 10
Felipe; Maranhão, Edu Dracena     (Giovanni), Durval     e Pará; Arouca    , Marquinhos e Paulo Henrique; Robinho(Madson), Neymar     e André (Zé Eduardo)
Técnico: Dorival Jr
 Naviraiense-MS 0
Aldo; Giordan (Danilo), Jaime, Célio Lima e Adriano Lajes; Jean Carlos, Maílson, Jacó Pitbull     e Marcelo Casteli     (Jean Michel    ); Cristiano e Tom     (Cléssio)
Técnico: Paulo de Resende
Gols: Ganso, aos seis; André, aos 27; Neymar, aos 29; Robinho, aos 37, e Marquinhos, aos 45 minutos do primeiro tempo; Neymar, aos nove; André, aos 14, e Madson, aos 20 e aos 31 minutos do segundo tempo

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (RJ)

Renda: R$ 158.001,00

Público: 11.336 pagantes

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)

"Fizemos um primeiro tempo com humildade e respeito ao adversário. Temos de manter isso no segundo, mas se o professor [Dorival Jr] quiser poupar jogadores para o domingo, que seja", disse Robinho, que estava correto. Pensando no clássico diante do Palmeiras, na Vila, pelo Campeonato Paulista, Dorival Jr poupou o jogador, além de dar chances para o veterano Giovanni e o rápido Madson. E o passeio santista continuou.

O sétimo gol - o mais bonito do jogo, e que fortalece ainda mais a boa fase de Neymar - aconteceu aos nove. O jovem atacante driblou quatro marcadores antes de entortar o goleiro Aldo para tocar a bola para o fundo do gol. O feito foi comemorado com socos no ar, relembrando um certo camisa 10 que fez história no Santos e é conhecido como o Rei do Futebol. O show santista ainda contou com dois gols de Madson e mais um de André, artilheiro da noite, com três.

NOTAS

Santos iguala o São Paulo no quesito goleada na Copa do Brasil. Perde apenas para o Atlético-MG, que goleou o Caiçara-PI por 11 a 0, em 1991 +++ Nove dos 10 gols marcados pelo Santos foram de atacantes +++  Equipe alvinegra teve 30 finalizações +++ Apesar do show, Neymar levou o cartão amarelo por reclamação +++ Naviraiense teve dois jogadores expulsos.

Paulo Pinto/AE

Lance do golaço de Neymar, o sétimo da goleada do Santos por 10 a 0 sobre o Naviraiense, na Vila

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.