Santos: Henao e Tcheco fora da estréia

Henao e Tcheco, os dois principais reforços do Santos para a temporada 2005, estão fora da estréia do time no Campeonato Paulista, quinta-feira, contra a Portuguesa, na Vila Belmiro. O goleiro colombiano ainda não teve sua documentação regularizada, e, por isso, Mauro fica com a camisa 1. Já o volante, que estava no Al-Ittihad, da Arábia Saudita, está fora de forma. "Tcheco está vindo de um futebol bem diferente do nosso e precisa ainda aprimorar bastante a forma física", disse o técnico Oswaldo de Oliveira. "Realmente, eu não teria condições de jogar 90 minutos. Meu último jogo foi em 1º de dezembro e, desde então, eu procurei só descansar, já que não tinha férias havia quase três anos", emendou Tcheco.Henao admitiu ainda que sente dificuldades com o idioma e que isso poderia atrapalhar sua comunicação com os colegas de time em campo. "E ele precisa entrar aos poucos na equipe", salientou Oswaldo. Além de Henao e Tcheco, outros dois reforços não foram nem relacionados para a partida: o meia Fernando Diniz e o atacante Éder Ceccon. Já Fábio Baiano e Evando vão para o jogo. O ex-jogador do Corinthians tem grandes chances, inclusive, de ser titular. Evando, por sua vez, deve ficar mesmo como reserva de Robinho e Deivid. "Gostei muito do primeiro treino do Evando", comentou Oswaldo. "E o Fábio Baiano terminou a temporada de 2004 jogando muito bem pelo Corinthians, está em boa forma".Fábio Baiano seria o substituto de Preto Casagrande (agora no Fluminense) no meio-de-campo que foi campeão brasileiro no ano passado, com Fabinho, Ricardinho e Elano. Se Oswaldo entender que Fábio Baiano não se entrosou com o resto do time a tempo de estrear bem no Paulistão, Zé Elias e Bóvio passam a ser os candidatos para a vaga.Dúvida - Tcheco, quando estiver em plena forma física, deve assumir a vaga de titular. Mas isso deve demorar ainda mais algumas semanas. "O Tcheco é um jogador que vamos acompanhar com carinho", disse Oswaldo. Na zaga, o treinador procura um substituto para Leonardo, que está com a Seleção Brasileira Sub-20, disputando o Sul-Americano da categoria, na Colômbia.A dúvida é entre Antônio Carlos e Domingos. E este último parece estar em vantagem. "O Antônio Carlos é um grande jogador, mas sofreu uma grave lesão no fim do ano passado e praticamente não jogou mais. Já o Domingos vem mais entrosado, pois vinha atuando normalmente com esse time que foi campeão brasileiro", disse Oswaldo, que confirmou Flávio na lateral direita. Nas outras duas posições da defesa, nenhuma surpresa: Ávalos segue como quarto-zagueiro e Léo, na lateral esquerda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.