Santos inicia treinos sem Fábio Costa, que chega atrasado

Goleiro teve problemas para voltar da Bahia; Leão confirma vinda de Evaldo e aponta dificuldades por reforços

03 de janeiro de 2008 | 10h59

O começo do trabalho de Emerson Leão em sua volta ao Santos foi bem ao seu estilo: cedo e com instruções bem claras para os jogadores. Os que se apresentaram no CT Rei Pelé às 8 horas desta quinta-feira tiveram de chegar em jejum, para que os médicos coletassem sangue e urina de todos para exames.Em seguida, todos foram tomar café no próprio CT e aproveitar para colocar as conversas em dia, pois apenas o volante Marcinho Guerreiro, ex-Palmeiras, é a única novidade do grupo no treino. Rodrigo Souto e Marcos Aurélio, que renovaram contrato, também estão confirmados para a temporada.Além disso, Leão confirmou a contratação do zagueiro Evaldo, ex-Grêmio, e que estava no FC Tokyo, do Japão. "É uma aposta que estamos fazendo para a nossa defesa, pois ele ainda é jovem e foi bem no Grêmio", diz. O jogador deve se apresentar ainda nesta semana.Por outro lado, na apresentação desta manhã ficou faltando apenas o goleiro Fábio Costa, que, segundo a assessoria de Imprensa do time, teve problemas com o vôo na Bahia e era aguardado para o treino da tarde. O goleiro, porém, conseguiu chegar no final do treino ao CT santistas e já deu voltas pelo campo enquanto Leão concedia entrevista coletiva.Sobre novos reforços, o técnico reforçou a dificuldade que o clube está tendo para trazer um jogador. "O problema é que, quando você quer, outros quinhentos querem. Indiquei mais de um jogador por posição e estou à espera das negociações".Todos os jogadores ficam concentrados no CT até a realização do primeiro treino, à tarde, quando vão estão previstos exercícios físicos. Além disso, devem ser realizados mais exames nos próximos dias, com o primeiro treino com bola previsto apenas para a semana que vem.Atualizado às 11h45 para acréscimo de informações

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCFabio Costa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.