Santos investe na "Molecada da Vila"

O elenco do Santos, que participou do Quadrangular Internacional de Guadalajara, no México, com duas derrotas na bagagem, retorna terça-feira ao Brasil e na quinta-feira, aos treinos no CT Rei Pelé. Como o clube passa por dificuldades financeiras, na Vila Belmiro ninguém dá palpite sobre contratações para reforçar a equipe para o Campeonato Brasileiro. Diante da resistência da diretoria em negociar com nomes consagrados e jogadores caros, a expectativa santista é de que o técnico Geninho promova atletas das categorias de base. Sem Rincón, Caio, Dodô, Claudiomiro e Robert, o treinador tem observado o comportamento de cinco jovens do time Sub-20. O goleiro titular da categoria, Rafael, já tem sido incluído nas listas do time profissional como terceira opção na posição, na reserva de Fábio Costa e Pitarelli. O volante Andrade e o meia atacante Wellington também têm sido alvo das atenções da comissão técnica e podem ser inscritos no Brasileiro 2001. Duas revelações têm merecido elogios freqüentes de Geninho: o centroavante Bruno e o meia-direita Diego. Ambos têm 16 anos de idade e passaram direto da categoria infantil para o júnior, descartando a etapa de juvenis. No momento, Diego está excursionando pela Europa com a Seleção Brasileira Sub-16 e Bruno disputa o Campeonato Paulista Sub-20. Depois de três rodadas, o Santos ocupa a vice-liderança da competição. O time venceu o Santo André e a Portuguesa Santista. As duas partidas pelo placar de 1 a zero. O próximo compromisso do Peixe no Paulista sub-20 é nesta quarta-feira, às 15h na Vila Belmiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.