Ricardo Saibun/Santos FC
Ricardo Saibun/Santos FC

Santos já tem plano para manter o meia Marquinhos Gabriel

Clube pretende oferecer R$ 10,5 milhões para ficar com meia

Estadão Conteúdo

15 Novembro 2015 | 09h06

A diretoria do Santos já definiu como tentará contratar o meia Marquinhos Gabriel, mas a proposta é bem diferente do que pede o Al-Nassr, da Arábia Saudita. O clube pensou em tentar um novo empréstimo, mas teme que o jogador se valorize ainda mais caso o time vá para a Copa Libertadores de 2016.

Por isso, os santistas vão oferecer R$ 10,5 milhões parcelados por 70% dos direitos do meia. Os árabes querem R$ 15 milhões por 100% do jogador e o dinheiro à vista.

Quem também quer seguir no Santos, três meses após a sua apresentação oficial, é o volante argentino naturalizado italiano Cristian Ledesma. Ele está empolgado com o clube e o futebol brasileiro, por onde já atuou em duas partidas.

Aos 32 anos, o jogador que já defendeu a seleção italiana trata essa etapa como uma das mais importantes de sua carreira. "O desafio é muito grande e diferente do que vinha fazendo. É novo ficar longe da família para mim. A adaptação não é problema, o grupo me acolheu muito bem. É difícil, mas não mais do que quando fui para a Europa com 17 anos", disse.

O atleta acredita que a sua vivência europeia é um dos fatores que pode ajudar o Santos dentro de campo. "Creio que posso contribuir com a experiência e com o entusiasmo. Vim com 32 anos e quero jogar. Vim porque considero que o Santos é uma grande oportunidade. Posso trazer muito em nível de experiência internacional e me sinto como qualquer outro jogador", declarou.

Para Ledesma, um dos fatores que auxilia na boa fase do Santos na temporada é o bom ambiente de trabalho que ele encontrou. "Não conheci outros times no Brasil, mas gostei muito da união desse grupo aqui. Trabalham com muito entusiasmo", ressaltou o experiente jogador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.