Santos joga em função dos gols de Kléber Pereira

Jogadores admitem que principal objetivo é criar oportunidades para o atacante balançar as redes

Alex Sabino - Jornal da Tarde,

18 de setembro de 2008 | 20h41

Nelson Cuevas, paraguaio, 28 anos. Função: atacante. Teoricamente, um dos responsáveis por fazer os gols que o Santos precisa para continuar reagindo no Campeonato Brasileiro. Mas só teoricamente, porque ele está mais preocupado em servir o companheiro Kléber Pereira.Veja também:Santos se despede de mais uma herança de Emerson LeãoSantos comemora boa fase, mas vai com cautela contra o Goiás Roberto Brum prevê jogo difícil para o Santos em Goiânia Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão"Minha prioridade é o Kléber Pereira fazer gols. Se precisar correr por ele, eu corro. É um prazer jogar com um jogador como esse. É experiente e artilheiro. Eu já o conhecia do México. É diferente dos outros e está ajudando muito no Santos. Tenho orgulho de estar no mesmo time que ele", afirmou Cuevas.Mas não é só Cuevas. A dependência de Kléber Pereira não preocupa ou causa qualquer ciúme no elenco do Santos. Muito pelo contrário. Eles admitem entrarem em campo no papel de coadjuvantes. A função é, em princípio, criar oportunidades para o principal artilheiro do Campeonato Brasileiro (18 gols).Na reação santista no Brasileirão, Kléber Pereira é protagonista Marcou cinco vezes nas últimas quatro rodadas, quando o Santos conseguiu três vitórias. Para Márcio Fernandes, o goleador o faz lembrar de Romário pela capacidade de decidir partidas. "Não estou preocupado com a concentração de gols nele", garantiu o treinador.Mesmo na fase ruim, quando a equipe passou 19 rodadas na zona de rebaixamento, Kléber Pereira era a solitária esperança de gols do torcedor santista. "Nosso pensamento é fazer a bola chegar até o ataque. Se criarmos chances, ele vai fazer os gols que o Santos precisa", assegurou o volante Roberto Brum.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.