Divulgação
Divulgação

Santos joga mal na Vila, só empata com o Flamengo e deixa o G4

Vanderlei evita derrota do time alvinegro em casa

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

20 Novembro 2015 | 00h25

Em um jogo muito fraco tecnicamente, Santos e Flamengo empataram por 0 a 0 na Vila Belmiro e o placar mostra exatamente o que foi a partida. Pior para o time da casa, que graças a vitória do São Paulo sobre o Atlético-MG, deixou o G4. A equipe tricolor foi a 56 pontos, em quarto, contra 55 dos santistas, que ficam em quinto. Sport, Inter e Ponte Preta, outros rivais pela Libertadores, perderam nesta 35.ª rodada do Brasileirão. Só o Cruzeiro, que tem 53 pontos, venceu.

O Santos vinha de 15 vitórias consecutivas em casa e se conseguisse mais uma nesta quinta-feira, atingiria a terceira melhor marca da sua história. Além do feito histórico ter ido por água abaixo, a equipe alvinegra acabou sendo ultrapassada pelo São Paulo antes de voltar suas atenções para a final da Copa do Brasil.

Um dos desafios de Dorival Júnior foi levar a campo um time concentrado e ciente de que ainda é preciso fazer um algo a mais para se garantir no G4. Entretanto, o que se viu é que em determinados momentos, alguns atletas pareciam dispersos.

A velocidade costumeira do time do Santos não se viu na Vila Belmiro. Houve pouca movimentação, muito por causa da boa marcação do Flamengo, que entrou em campo sem Guerrero, que pela primeira vez desde que chegou ao clube, esquentou o banco de reservas.

Oswaldo de Oliveira decidiu poupá-lo por ter atuado na terça-feira pela seleção peruana. Ele entrou aos 12 minutos do segundo tempo.

Sem seu principal atacante, a equipe carioca apostou tudo na boa marcação e nos contra-ataques. E foi assim que o time carioca acabou sendo um pouco melhor na primeira etapa e teve duas boas oportunidades em chutes de longa distância e belas defesas de Vanderlei.

Nas poucas vezes em que conseguia chegar ao ataque, o Santos tinha dificuldade na criação. Geuvânio mostrava vontade, enquanto Marquinhos Gabriel, que jogou na função de Lucas Lima, fez o torcedor sentir saudade do meia, que estava suspenso.

Uma opção que salvou o Santos em diversos jogos na temporada, as jogadas pelas laterais, também não aconteceu. Zeca e Daniel Guedes pouco apareceram no jogo e colaboraram para que o jogo fosse de pouca emoção e muitos erros de passe dos dois lados.

Na etapa final, o Santos saiu mais para o jogo, Dorival mexeu no time e apresentou uma leve melhora na criação, mas ainda não o suficiente para furar a boa marcação do Flamengo, que sem muita aspiração no campeonato, ainda conseguiu ter duas oportunidades de marcar, mas parou nas mãos de Vanderlei. No fim, o resultado acabou sendo justo.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 0 X 0 FLAMENGO

SANTOS - Vanderlei; Daniel Guedes, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato (Serginho) e Marquinhos Gabriel; Geuvânio (Neto Berola), Gabriel (Leandro) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

FLAMENGO - Paulo Victor; Pará (Ayrton), César Martins, Wallace e Jorge; Jonas (Canteros), Márcio Araújo e Alan Patrick; Gabriel, Emerson e Kayke (Guerrero). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

ÁRBITRO - Héber Roberto Lopes (Fifa-SC).

CARTÕES AMARELOS: Thiago Maia e Gustavo Henrique (Santos); Jorge e Ayrton (Flamengo).

CARTÃO VERMELHO: Jorge.

PÚBLICO - 8.071 pagantes.

RENDA - R$ 324.085,00.

LOCAL - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.