Santos: jogadores admitem falta de atenção

A derrota por 3 a 2 no jogo contra o Paraná ainda não havia sido bem assimilada pelos jogadores, principalmente pelos erros de marcação cometidos e que originaram os gols do adversário. No treinamento de amanhã, o pensamento será um só: apagar de vez as más lembranças da partida em Curitiba para buscar uma vitória domingo contra o Botafogo, na Vila Belmiro. O goleiro Júlio Sérgio atribuiu o primeiro gol do Paraná ao relaxamento com que o Santos entrou em campo, logo aos 12 segundos. "Nossa equipe estava muito à vontade para jogar e, infelizmente, tomou um gol na saída da bola, numa falta de atenção porque eles tiveram de passar pelos onze jogadores e isso não pode acontecer", disse. Também no segundo gol do adversário houve falta de atenção, segundo o goleiro. "O Leão já havia avisado sobre as jogadas aéreas deles e o cuidado que deveríamos ter com o aparecimento de Carlinhos para cabecear", comentou, ressaltando que "houve uma falha na cobertura que não poderia ter ocorrido". Mas o problema não foi só do Santos, disse Júlio Sérgio, lembrando que "os times considerados favoritos também tropeçaram nessa primeira rodada". Ele acha que a hora é de corrigir esses defeitos apresentados, "aprender a lição" e partir para uma vitória sobre o Botafogo domingo na Vila Belmiro. "As condições do nosso gramado favorecem nosso futebol de toque", disse reclamando do Pinheirão. "O campo estava muito ruim e mal iluminado", completou, ressalvando que esse problema atingiu os dois times, mas prejudicou mais os santistas. Léo concorda com Júlio Sérgio. "Estávamos alertados para a possibilidade de Carlinhos chegar de trás, de surpresa e marcamos a bola, deixando o homem livre". Ele acha que o Paraná teve méritos para vencer, mas acha que seu time falhou bastante: "nosso grupo é qualificado e esperávamos uma vitória, que não ocorreu e agora temos de melhorar para vencer o Botafogo domingo em casa". Mas o lateral entende que o time aprendeu uma lição no jogo de Curitiba, "mas os problemas são corrigíveis e não houve nada de assustador: sabemos o que o grupo pode produzir e precisamos ter tranqüilidade para isso". Léo admite que os jogadores estavam de cabeça baixa pelo mau resultado. "Não era o que a gente queria e agora temos de levantar a cabeça para vencer o Botafogo no domingo, um jogo que também promete ser complicado". Domingo - Com a expulsão no jogo contra o Paraná, André Luís vai cumprir suspensão automática já na segunda rodada do campeonato. O seu substituto será definido no treino de amanhã, mas a escolha deverá recair sobre Alcides, que busca uma oportunidade no time principal enquanto permanece indeciso entre jogar no Benfica e permanecer na Vila Belmiro no segundo semestre, já que a vaga de Alex será aberta e André Luís também poderá sair. Os jogadores retornaram hoje pela manhã à cidade e a reapresentação prevista para o período da tarde foi cancelada. Assim, o time irá treinar amanhã e sábado para o jogo de domingo.

Agencia Estado,

22 de abril de 2004 | 19h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.