Santos lamenta chances perdidas na derrota no Rio

Mesmo sem os titulares, poupados para a semifinal da Libertadores, o Santos acredita que merecia a vitória sobre o Flamengo, neste domingo, no Engenhão, no Rio, pela quinta rodada do Brasileirão. Mas acabou perdendo por 1 a 0, graças ao gol de pênalti de Bottinelli já aos 42 minutos do segundo tempo. Para os santistas, o problema foram as chances perdidas pelo time durante a partida.

AE, Agência Estado

17 de junho de 2012 | 20h16

"Eles praticamente não tiveram chance real de gol. Tivemos chances e não convertemos. O Flamengo esperou a oportunidade e marcou", avaliou o zagueiro Bruno Rodrigo, após a derrota no Rio, na qual o Santos jogou com o time completamente reserva.

Todos os titulares santistas foram poupados para a decisão de quarta-feira, contra o Corinthians, no Pacaembu, pela semifinal da Libertadores. Eles, inclusive, treinaram na manhã deste domingo no CT Rei Pelé, em Santos, sob o comando do técnico Muricy Ramalho.

Muricy viajou para o Rio depois do treino no CT Rei Pelé, mas não comandou o time diante do Flamengo. Ele ficou nas tribunas do Engenhão, enquanto o seu auxiliar Tata exerceu o papel de treinador no banco de reservas durante a derrota pela quinta rodada do Brasileirão.

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoSantos FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.