Santos lança o seu "quadrado mágico"

Não faltam motivos para que o torcedor do Santos lote a Vila Belmiro, neste sábado, às 18h10, para acompanhar o jogo contra Fortaleza. As estréias do técnico Nelsinho Baptista e dos atacantes Cláudio Pitbull e Luizão, o retorno do meia Giovanni... Isso é apenas um aperitivo diante da expectativa criada para ver em ação a versão santista do ?quadrado mágico?. Nelsinho não fez mistério nenhum. Garantiu, para quem quisesse ouvir, que vai entrar em campo com Ricardinho, Giovanni, Cláudio Pitbull e Luizão. E também não se incomodou com o fato de o esquema receber o mesmo apelido dado ao setor ofensivo da seleção brasileira.?Esse quadrado faz parte do nosso posicionamento. Todos tem a consciência desse poder ofensivo, mas também têm de saber o momento de se defender, de marcar o adversário?, avisou o técnico que substituiu Gallo. ?Tenho certeza que a qualidade dos jogadores, aliado à tática, vai ser muito boa.??No papel é um elenco muito bom, mas temos de mostrar isso em campo. O Giovanni está retornando de contusão, eu estou 15 dias sem jogar, o Cláudio não sei quanto tempo não joga também... Só com um entrosamento poderemos render bastante?, lembrou Luizão, na tentativa de diminuir um pouco da responsabilidade do quarteto santista. ?O importante será vencer, não importa como.?Quem não gostou muito de ouvir a expressão ?quadrado mágico? foi Ricardinho. Ele afirmou que não tem condições de comparar o esquema do Santos ao utilizado por Carlos Alberto Parreira, mas se mostrou aliviado com a volta de Giovanni - recuperado de contusão -, que possibilitará que atue como antigamente. ?Lógico que o entrosamento ainda não é o ideal. Tudo é uma questão de tempo?, afirmou Ricardinho. ?Sem o Giovanni, eu estava atuando de forma um pouco diferente, mais de costas, que não é a minha característica, mas reconheço que havia essa necessidade naquele momento.?Nelsinho está confiante com a nova dupla de ataque. Apesar de Cláudio Pitbull e Luizão terem feito apenas um coletivo e outros dois treinos táticos juntos, ele acredita que o problema de deficiência ofensiva do Santos foi resolvido. ?O Cláudio se mostrou um jogador de boa movimentação fora da área. Uma característica que eu ainda não havia percebido nele. Sei que vai ter muita facilidade para se entrosar com o Luizão?, disse o treinador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.