Santos FC
Santos FC

Santos lança 'Peixe Digital' e reforça tendência de investimento de clubes neste universo

Equipe da Vila Belmiro segue os passos dos rivais Corinthians, Palmeiras e São Paulo e outras equipes do Brasil

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de maio de 2022 | 05h00

O Santos lançou o aplicativo 'Peixe Digital', plataforma para ativações digitais e relacionamento com o torcedor. O projeto, desenvolvido em parceria com a empresa 'FanHub', tem o objetivo de melhorar o engajamento, reforçar as iniciativas de marketing do clube e oferecer conteúdos exclusivos e experiências à torcida.

O desenvolvimento desse tipo de aplicativo se tornou uma tendência entre os clubes brasileiros. No início do mês passado, o Corinthians lançou o app 'Universo SCCP', que se baseia 'na necessidade de conhecer melhor cada perfil de corintiano e corintiana para ser mais bem sucedido na aplicação da inteligência de dados e mais presente na vida de quem ama o clube', escreveu o presidente Duílio Monteiro Alves, em publicação no Twitter.

Em 2020, o São Paulo criou o 'SPFC app', plataforma oficial para se conectar com os torcedores. O Palmeiras, no ano passado, disponibilizou o aplicativo 'Palmeiras Oficial', com informações e funcionalidades relacionadas ao clube. No Rio, o Flamengo também realizou o lançamento de um app oficial, no final de 2021. 

Para Bruno Maia, executivo de inovação no esporte, CEO da Feel The Match e autor do livro Inovação é o Novo Marketing, o conhecimento sobre o perfil da torcida, além de permitir acesso instantâneo a conteúdos relacionados ao clube, auxilia na captação de patrocínios.

"Os dados sobre os torcedores que seguem o clube são muito valiosos, mas é preciso identificar quem são os fãs mais fiéis, que são chamados como 'first users', capazes de gerar engajamento e receita. Isso pode gerar novas fontes de renda no futuro, mas é preciso que os clubes executem um trabalho interno de excelência, que aproveite da forma correta e dê utilidade às informações coletadas nas plataformas digitais", explicou Maia.

O Fortaleza iniciou recentemente um processo de 'transformação digital'. Em parceria com a empresa BTG Pactual, o time cearense desenvolveu uma plataforma para conhecer melhor o perfil dos seus torcedores e proporcionar ativações, experiências, serviços e produtos oficiais. Além disso, o clube tem o aplicativo de sócio digital 'Onlaion', em que os torcedores decidem até quais jogadores irão falar na coletiva e quais serão os uniformes da próxima temporada.

"O investimento em inteligência artificial permite um conhecimento maior acerca dos hábitos do torcedor. Consequentemente, conseguimos ser mais assertivos nas nossas ações e parcerias. Investir em tecnologia e desenvolvimento gera novas receitas e vai ao encontro do momento atual do clube, que é de consolidação administrativa e financeira", afirmou Marcelo Paz, presidente do Fortaleza.

Com o segundo maior número de sócios-torcedores do país, o Internacional investe em campanhas digitais para promover ações focadas no seu programa de sócios, oferecendo benefícios aos adeptos e à torcida. Segundo Jorge Avancini, vice-presidente de marketing da equipe gaúcha, o grande objetivo dessas iniciativas é promover aos colorados experiências que vão além da ida ao estádio.

"O nosso único produto não pode ser a ida ao Beira-Rio. É fundamental gerar experiências e engajamento do sócio e do torcedor, com conteúdos digitais exclusivos, contato com os atletas, vídeos de bastidores, um acesso mais direto ao vestiário, entre outras ações. Queremos que, ao final da gestão, o Inter seja reconhecido como um dos clubes mais digitais do Brasil, e em breve teremos novidades para os torcedores”, diz Avancini.

Segundo Armênio Neto, especialista em novos negócios na indústria esportiva, os lançamentos realizados pelas equipes devem fazer parte de um projeto digital mais amplo. "A gente está vendo uma série de iniciativas por parte dos clubes, algumas focadas em relacionamento, uso de dados e engajamento com a torcida, e outras na captação de novas receitas. Neste processo, é importante que os lançamentos realizados pelas equipes estejam inseridos em uma estratégia digital completa, em que as ações realizadas pelo clube estejam interligadas", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.