Santos: Leão acerta e quer definir elenco

O técnico Emerson Leão conversou com o presidente Marcelo Teixeira nesta terça-feira e vai permanecer no comando da equipe do Santos na temporada 2004, conforme havia prometido. "Falamos pouco do treinador e muito do time", comentou. Ao chegar ao CT Rei Pelé, o técnico conversou com os atletas que têm contrato até o final do mês e ficou satisfeito com a respostas. "Eles demonstraram que ficarão e só sairão em caso de uma proposta irrecusável".Mas Leão tem pressa na renovação desses contratos e pretende que todos estejam acertados até segunda-feira, quando o grupo entra em férias. "Conversei individualmente com eles, fiz a pergunta do treinador que vai permanecer, que espera ficar com todos e que precisa de uma resposta, pois o que não devemos fazer é entrar em férias e não mais aparecer, como aconteceu com o Maurinho". Para o técnico, a situação do lateral-direito serve de lição. Ele acertou nas férias do ano passado seu contrato com o Cruzeiro e não mais voltou ao CT Rei Pelé. "Então, todos que saírem de férias têm de deixar praticamente acertado o retorno ou, na pior das hipóteses, um pré-contrato".Se Leão tem pressa para a renovação de contratos de jogadores importantes como Renato, Léo, os goleiros Fábio Costa e Júlio Sérgio, quer também a contratação de reforços e reclamou nesta terça-feira do custo dos atacantes disponíveis no mercado. Dimba, que chegou a interessar ao Santos, não mais será contratado por conta de seus salários, em torno de R$ 150 mil mensais, quase o dobro do teto fixado pelo clube (R$ 80 mil). Segundo Leão, cada gol do atacante custou R$ 100 mil.Outra coisa que desanima o treinador santista é o leilão que se faz de alguns atletas, o que impossibilita a contratação. Mesmo assim, ele quer pelo menos um atacante que resolva um dos maiores problemas de seu time, que disputou grande parte desse Brasileiro sem um centroavante de origem. E também um lateral-direito, pois dificilmente Reginaldo Araújo e Neném permaneçam na Vila Belmiro.Poderia contar com Michel na lateral-direita, jogador que pertence ao Santos e que está emprestado até o final do ano ao Goiás. Mas o treinador não quer vê-lo em sua equipe. Depois de recuperar o atleta que foi pego num exame antidoping, foi surpreendido pelo lateral que preferiu jogar no time goiano.Além desses dois reforços, Leão pretende promover uma grande reformulação no grupo de reservas. Os jogadores que estão há alguns anos na Vila Belmiro e ainda não se firmaram, deverão ser emprestados a outros times, para que o Santos possa ter novas peças de reposição. William, Douglas, Wellington e outros atletas que tiveram oportunidades este ano e não corresponderam estão nessa situação.FOLGA - Com cinco jogadores convocados para a seleção pré- olímpica e com um jogo contra o Vasco só para cumprir tabela, Leão chamou esses atletas para saber se pretendiam antecipar as férias, que serão curtas.Mas Alex, Paulo Almeida e Elano decidiram levar normalmente os treinamentos e jogar domingo. Já Robinho, que irá cumprir suspensão automática, folga nesta quarta e volta aos treinos de quinta.Diego, por outro lado, está na Espanha, onde irá gravar no Barcelona um comercial para seus patrocinadores, junto com outros jogadores brasileiros. O meia já havia sido dispensado para atender a esse compromisso e, antes de embarcar, foi submetido a uma ressonância magnética por conta das dores musculares que sente e o médico Carlos Braga recomendou um período de descanso. Ele voltará a treinar na sexta-feira e jogará no Rio de Janeiro contra o Vasco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.