Santos: Leão ainda espera pela contratação de Fabão

Após acerto com o ex-corintiano Betão, técnico espera por acerto de zagueiro que comandou no São Paulo

Rafael Argemon, estadao.com.br

08 de janeiro de 2008 | 12h23

O técnico Emerson Leão tem a esperança de uma nova dupla de zaga para o Santos. Com a contratação do ex-corintiano Betão, nesta terça-feira, o treinador ainda espera por Fabão, ex-Kashima Antlers, e não escondeu, em entrevista coletiva no CCT Rei Pelé, o desejo de até esta quinta-feira ter mais novidades sobre o setor defensivo da equipe.Veja também: Rodrigo Souto volta a falar após renovar com o Santos Primeiro coletivo do ano do time do Santos será no sábado"Há possibilidade dele [Fabão] vir e há o desejo do Santos para tê-lo", disse Leão, que acrescentou sobre o novo reforço santista: "Ele [Betão] foi muito bem comigo quando trabalhamos juntos e tivemos três saídas de jogadores da posição. Precisamos repor essas peças", diz Leão, que já discursa à favor até para a torcida, que poderia criar problemas pelo fato do atleta ter jogado no arqui-rival Corinthians. "Eu mesmo vim do Corinthians e a torcida não pega no meu pé. O Fábio Costa saiu daqui para o Corinthians e voltou e a torcida gosta dele", exemplifica.As passagens a que se refere Leão são: com Fabão, no São Paulo, em 2003, quando foi campeão paulista; já com Betão foi no Corinthians, no ano passado. Embora o técnico diga que tenha vindo do time da capital paulista, seu último clube na temporada passada foi o Atlético Mineiro.Além dos zagueiros, o técnico espera por mais reforços para a defesa, mais especificamente para a lateral-direita. "Esse é o setor que mais preocupa, porque não tenho nome para a posição. O Dênis, que estava nove meses parado, voltou a sentir dores e não está podendo treinar. Nesta posição precisamos de jogador urgentemente", afirma. Por enquanto, a diretoria procura por alguém da posição no mercado.Para o meio-campo, o time quer alguém que atue como um criador de jogadas. Pelas dificuldades, até mesmo a possibilidade do lateral-esquerdo Kleber ser improvisado na posição já é cogitada. Mas ele nega. "Mesmo o Kleber sendo um jogador diferenciado, prefiro ele atuando na ala ofensiva do que no meio. Já pedi ao Marcelo [Teixeira, presidente do Santos] um jogador para o meio, falo sobre isso todos os dias com ele e estamos no aguardo".ESPERANÇA IIOutro jogador que Leão gostaria que seguisse na Vila Belmiro é o atacante Marcos Aurélio, que está praticamente certo com um time do Japão. Ele reclama da falta de acordo com ele e seu agente. "Gostaria de contar com o Marcos Aurélio, pois estamos carentes na posição, e ele é rápido e esperto. Nosso presidente fez todos os esforços, mas a intransigência vem do outro lado. Agora vamos ter de ver como nos virar para esta posição". *Atualizado às 15h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.