tiago Queiroz/Estadão
tiago Queiroz/Estadão

Santos leva Copa do Brasil ao Pacaembu, onde chegará a 12 jogos até junho

Partida contra o Atlético-MG, pelas oitavas da Copa do Brasil, não será mais na Vila Belmiro

Leandro Silveira, Estadão Conteúdo

06 de maio de 2019 | 20h40

A CBF comunicou nesta segunda-feira a mudança no local do segundo jogo das oitavas de final da Copa do Brasil entre Santos e Atlético Mineiro. Antes agendado para a Vila Belmiro, o confronto agora foi remarcado para o Pacaembu, sendo que permanece marcado para 6 de junho, às 20 horas.

Desde a eleição de José Carlos Peres para a presidência do Santos no fim de 2017, o clube aumentou consideravelmente a quantidade de jogos realizados no Pacaembu. E chegará aos 12 jogos disputados no estádio paulistano nesta temporada até a pausa das competições no futebol brasileiro para a realização da Copa América.

Como a Vila Belmiro passou por reformas após a estreia do time no Campeonato Paulista, o Santos atuou ainda mais vezes no Pacaembu em 2019. Foram, até agora, nove duelos no estádio paulistano como mandante. E embora o retrospecto seja bom, com sete vitórias, um empate e uma derrota no local, o time foi eliminado da Copa Sul-Americana e do Estadual atuando no Pacaembu.

Além do duelo com o Atlético-MG pela Copa do Brasil, o Santos tem dois jogos agendados para o Pacaembu nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro. Serão as partidas contra Vasco e Corinthians, nos dias 12 de maio e 12 de junho.

A decisão do Santos atuar mais vezes no Pacaembu não é a preferência do técnico Jorge Sampaoli, que indicou o desejo de ver o time mandando os seus jogos na Vila Belmiro, como declarou na semana passada, após o triunfo por 2 a 1 sobre o Fluminense, na Baixada, pelo Brasileirão.

"Creio que nós sempre queremos jogar aqui. Acho que sempre todo mundo quer jogar onde o Santos pertence. Se somos de Santos queremos jogar em Santos. Mas em São Paulo temos muita torcida. No meu ponto de vista, você tem que jogar onde você se sente acolhido. Isso é o que falo para os dirigente que me procuram", afirmou o treinador.

Além de atuar longe da Vila Belmiro, o Santos poderá ter vários desfalques no duelo com o Atlético-MG, pois o confronto será disputado no período das Datas Fifa para compromissos das seleções nacionais, iniciada em junho e que antecederá a disputa da Copa América no Brasil.

Afinal, o elenco à disposição de Sampaoli conta com os colombianos Felipe Aguilar e Copete, o uruguaio Carlos Sánchez, o peruano Cueva, o paraguaio Derlis González e o venezuelano Soteldo.

Por coincidência, Santos e Atlético-MG vão disputar dois jogos consecutivos em junho. Após o confronto do dia 6 no Pacaembu, os times duelarão no dia 9, mas na Vila Belmiro, às 16 horas, pelo Brasileirão. Esse compromisso, inclusive, também passou por alteração, mas apenas de data, pois inicialmente havia sido agendado para 8 de junho.

Já o confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil foi marcado pela CBF para 15 de maio, com mando do Atlético-MG, no Independência, embora o clube de Belo Horizonte tenha utilizado preferencialmente o Mineirão como mandante nas últimas semanas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.