Santos madruga em treino por causa de viagem

Jogo contra o Sertãozinho neste sábado força equipe a treinar às 8 horas da manhã nesta sexta

Sanches Filho, Especial para O Estado de S. Paulo

28 de fevereiro de 2008 | 18h30

O treino do Santos nesta sexta-feira vai começar uma hora mais cedo, às 8 da manhã, e demorar menos. Isso porque, antes do meio-dia, o time embarca no Aeroporto de Congonhas até Ribeirão Preto, e depois segue de ônibus para Sertãozinho, local da partida de sábado, pela 12.ª rodada do Campeonato Paulista. Veja também: Molina pede paciência para 'grandes atuações' no Santos Depois do jogo contra o Sertãozinho, a delegação retorna a Santos em seguida, o time terá folga geral no domingo e já se concentra a partir de segunda, na hora do almoço, para a primeira partida na Vila Belmiro pela Libertadores deste ano: será na terça-feira, contra o Chivas. Até lá, o time espera que a rusga entre o técnico Leão e a torcida esteja resolvida. O lateral-direito Denis, por exemplo, afirma que não é possível que a torcida apóie o time ao mesmo tempo em que vaia o treinador. "Quando vaiam o Leão é como se a vaia fosse para nós", afirmou o jogador, de volta ao time titular após uma cirurgia no joelho. O lateral-esquerdo Kléber está se recuperando bem da cirurgia de abdome a que se submeteu na semana passada, e iniciou nesta quinta-feira um trabalho físico em aparelhos para não perder totalmente a forma durante o período de recuperação, de aproximadamente um mês.

Tudo o que sabemos sobre:
Santos FCPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.